Amazonas tem vinte novas mortes e mais 1.402 casos de Covid-19

Amazonas tem vinte novas mortes e mais 1.402 casos de Covid-19

Amazonas tem vinte novas mortes e mais 1.402 casos de Covid-19

Anúncios

O Boletim Diário Covid-19 da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), edição nº 197, divulgado neste sábado (17/10), apresenta o registro de 1.402 novos casos da doença. Nesta edição, consta o número de testes rápidos realizados pela Secretaria Municipal de Saúde de Manaus que não tinha sido informado, na sexta-feira (16), quando foram consolidados os dados apenas do interior do estado.

Do total de casos, 1.292 foram detectados por testes rápidos, sendo 1.020 na capital e 272 no interior, que identificam os anticorpos, a maioria dos quais, casos antigos que podem ter ocorridos no pico da pandemia, com data de início dos sintomas entre, pelo menos, oito e 180 dias ou mais das primeiras manifestações da Covid-19.Outros 110 foram detectados por RT-PCR, o qual aponta casos novos que estão entre o 3º e 6º dias da doença. Do total de casos detectados por RT-PCR, 48 são na capital e 62 do interior, totalizando 151.186 casos da doença no estado.

Conforme o boletim, foram confirmados vinte óbitos por Covid-19, sendo 10 ocorridos no dia 16/10 e 10 óbitos foram encerrados por critério laboratorial, elevando para 4.325 o total de mortes. Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus, nesta sexta-feira (16/10), foram registrados 35 sepultamentos e seis óbitos em domicílio. O boletim acrescenta ainda que 18.007 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas, o que corresponde a 11,91% dos casos confirmados ativos.

Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 374 pacientes internados, sendo 267 em leitos clínicos (73 na rede privada e 194 na rede pública), 98 em UTI (44 na rede privada e 54 na rede pública) e nove em sala vermelha, estrutura voltada à assistência temporária para estabilização de pacientes críticos/graves para posterior encaminhamento a outros pontos da rede de atenção à saúde.

Há ainda outros 70 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 43 estão em leitos clínicos (25 na rede privada e 18 na rede pública), 23 estão em UTI (21 na rede privada e dois na rede pública) e quatro em sala vermelha.

Deixe um comentário