Audiência pública debate o armamento da Guarda Municipal

Audiência pública debate o armamento da Guarda Municipal

Resultante de requerimento assinado pelos vereadores Álvaro Campelo (PP) e Chico Preto (PMN), a audiência pública realizada na Sala de Comissões, nesta quinta-feira (12), discutiu procedimentos a serem adotados para o cumprimento da Lei n. 13.022/2014, que autoriza o porte de arma de foto aos guardas municipais das capitais dos estados.

Álvaro Campelo destacou que a legislação federal “autoriza que as guardas municipais possam fazer uso de arma de fogo, pelo que sou totalmente a favorável, até porque, o maior patrimônio que temos é a vida do cidadão. Os guardas municipais precisam estar devidamente armados e preparados para enfrentar essas situações”, ressaltou Campelo.

De acordo com o vereador, o debate buscar obter subsídio que permitam chegar até o prefeito de Manaus e o governo do Estado essa questão, para que haja sensibilidade para o fortalecimento da segurança do cidadão,

Segundo o presidente do Sindicato dos Guardas Municipais do Amazonas, Domingos Torres, “a violência aumenta a cada dia na capital e o guarda municipal não consegue defender a própria vida sem armamento adequado. Agora, com a aprovação do Sistema Único de Segurança Pública não tem mais desculpa para dizer que faltam recursos para investir na guarda municipal”, disse.

O coordenador da Secretaria Executiva Adjunta de Gestão Integrada da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas, Coronel Fábio Pacheco da Silva, assegurou que o governo do Estado vai, juntamente com a Guarda Municipal, estudar a solução do problema no que se refere à capacitação dos policiais metropolitanos.

Deixe um comentário