Você está visualizando atualmente Bi Garcia veta homenagem a profissionais da saúde que lutaram na Covid-19 em Parintins

Bi Garcia veta homenagem a profissionais da saúde que lutaram na Covid-19 em Parintins

Bi Garcia veta homenagem a profissionais da saúde que lutaram na Covid-19 em Parintins

Um projeto de lei que visava homenagear os profissionais da saúde que estiveram na linha de frente no combate à pandemia da Covid-19 foi vetado pelo prefeito Bi Garcia, em Parintins. A iniciativa, foi do vereador Babá Tupinambá, que pretendia reconhecer e agradecer aos profissionais pelo comprometimento e dedicação durante a crise sanitária.

O veto do prefeito tem gerado debate na cidade, com críticas apontando para uma possível falta de sensibilidade e respeito às contribuições significativas desses trabalhadores durante a pandemia.

A comunidade e os profissionais envolvidos buscam esclarecimentos sobre as razões que levaram ao veto de uma homenagem considerada por muitos como um gesto simples, mas de grande valor simbólico.

“Eu acho que todos que apresentam um projeto de lei querem que seja aprovado, pois o objetivo é ajudar a população. Aqui, não estamos pedindo muito, nada que custe milhões, nada extravagante, apenas que uma simples homenagem. Portanto, é difícil compreender a posição dos legisladores. Às vezes, vemos que as homenagens são feitas indiscriminadamente, então por que não homenagear os profissionais que atuaram na COVID-19? Será que eles não merecem? Será que o custo de homenagear esses funcionários, que arriscaram suas vidas, é tão alto? Está na hora de mudar essa situação, de olhar com mais carinho para a população de Parintins.”, desabafou Babá

O veto coloca em questão o reconhecimento e a valorização dos esforços dos trabalhadores da saúde em Parintins, refletindo um momento de tensão entre o legislativo municipal e o executivo da cidade.

Até o fechamento da matéria, o prefeito Bi Garcia não falou sobre a decisão, e a comunidade aguarda um posicionamento oficial que esclareça os motivos por trás dessa ação.

*Com dados Portal Amazônia Notícias

Deixe um comentário