You are currently viewing Blocos de exploração de Petróleo, Gás Natural e Potássio ganham celeridade no Ministério de Minas e Energia

Blocos de exploração de Petróleo, Gás Natural e Potássio ganham celeridade no Ministério de Minas e Energia

Blocos de exploração de Petróleo, Gás Natural e Potássio ganham celeridade no Ministério de Minas e Energia

O deputado federal Capitão Alberto Neto acompanhado do Prefeito de Juruá, Dr. Júnior, estiveram nesta terça-feira (29), no Ministério de Minas e Energia reunidos com o Ministro Almirante Bento, tratando sobre a inclusão das áreas aptas à exploração e produção de petróleo e gás natural no próximo leilão de Oferta Permanente.

Anúncios

Durante a reunião, Capitão Alberto Neto e o Prefeito de Juruá explanaram sobre o grande potencial que o Município de Juruá tem para exploração e produção de Petróleo e Gás Natural, e, que essa será uma oportunidade para desenvolver uma nova matriz econômica no município, e abrirá portas para outras cidades.

Segundo o deputado Capitão Alberto Neto com a entrada dos blocos de Juruá no próximo leilão abrirá as portas para que um novo futuro chegue até o município e para as famílias que ali moram.

“Se conseguirmos dar celeridade a exploração e produção do Gás Natural no município de Juruá, temos certeza, que a vida das pessoas que moram no município irá mudar completamente. A licença para que seja explorado o Gás Natural levará emprego, renda e progresso para os moradores de Juruá e o município terá um salto econômico jamais visto no Estado”. afirmou o deputado.

Ainda durante a reunião o Deputado Federal Capitão Alberto Neto cobrou agilidade no leilão dos depósitos de Potássio dos municípios Itacoatiara, Nova Olinda do Norte e Autazes.

As reservas de Ariri e Fazendinha e Autazes que ficam localizadas nos Municípios de Itacoatiara, Nova Olinda do Norte e Autazes somam em torno de 3,2 bilhões de toneladas de minério.

Na região de Autazes, o minério pode ser encontrado entre 650 a 850 m de profundidade com teor de 30,7% KCL. Em Nova Olinda do Norte a profundidade varia em torno de 980 e pode chegar até 1200m com o teor médio 32,59% KCL.

O deputado explica que com o leilão de Fazendinha e Arari será possível atender pelo menos 20% das necessidades do País “Com o leilão de Fazendinha e Arari permitirá que o Brasil produza no mínimo de 5 milhões de toneladas de potássio por ano, ou seja um mínimo de 20% das necessidades do país, valorado a U$ 4 Bilhões de dólares ao ano” disse.

Após expostas todas as demandas o Ministro de Minas e Energia Almirante Bento se comprometeu em dar celeridade a todos os pedidos e incluir todos os municípios nos próximos leilões de Oferta Permanente.

Deixe um comentário