Capitão Alberto Neto afirma estar sendo alvo de ‘fake news’

Capitão Alberto Neto afirma estar sendo alvo de ‘fake news’

O deputado federal pelo Amazonas, Capitão Alberto Neto (PRB) se pronunciou na noite desta segunda-feira (16), sobre uma matéria veiculada por um site de notícias, onde eles apresentam a informação de que o parlamentar continua recendo salário de Policial Militar, mesmo após ter assumido a cadeira na bancada federal, no Congresso.

Anúncios

No vídeo, o deputado desmente a informação de que ele esteja recebendo salário com má fé, e explica que todo parlamentar que já foi policial tem direito à reserva proporcional (aposentadoria de militares). Porém, o processo administrativo para colocá-lo na reserva ainda não foi concluído e ele vem recebendo o salário integral de quando ainda exercia o cargo militar.

Alberto Neto diz que até sua esposa vem sofrendo ataques por conta dessas ‘fake news’ e afirma que tudo não passa de interesse político e chamou as pessoas responsáveis pelo repasse das informações de “covardes, canalhas”.

O parlamentar ainda finalizou seu vídeo confrontando jornalistas que espalham, segundo ele ‘fake news’. “Foi aprovada agora no Congresso a lei da fake news, que é muito dura, muito pesada. E vamos colocar esses falsos jornalistas que querem utilizar portais para interesses obscuros, interesses opacos, que querem servir a políticos corruptos, vamos colocar esse povo na cadeia”.

Segundo o deputado, ele está sendo “atacado” após aparecer nas pesquisas eleitorais para prefeito de Manaus. Ele não cita que pesquisa ele aparece e nem com que percentual de intenção de voto, mas afirma. “Isso tudo com interesse do poder. De tomar a cidade para si. A cidade não é desses políticos corruptos, covardes que soltam essas fakenews por portais comprados”.

Veja o vídeo na íntegra:

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Capitão Alberto Neto (@capitaoalbertoneto) on

Deixe um comentário