Você está visualizando atualmente Capitão Alberto Neto pede ao Ministério da Defesa que mantenha navegação de navios à noite, em rios da região norte

Capitão Alberto Neto pede ao Ministério da Defesa que mantenha navegação de navios à noite, em rios da região norte

Capitão Alberto Neto pede ao Ministério da Defesa que mantenha navegação de navios à noite, em rios da região norte

O deputado federal Capitão Alberto Neto, apresentou ao Ministério da Defesa, Indicação n.1183/2023, pedindo revogação da Portaria N° 158/CFAOC, assinada pelo Capitão-de-Mar-e-Guerra, Jorge de Oliveira Antunes Júnior, proibindo a navegação dos navios, à noite, em rios da região norte.

“Os rios são as nossas estradas, logo essas restrições atingem os quatro maiores rios do Estado: Amazonas, Solimões, Purus e o Madeira, usados como vias fluviais para o transporte da soja, passageiros, combustíveis na nossa região”, ressaltou.

A indicação esclarece que a medida pode gerar um desabastecimento de combustível em Manaus e afetar o escoamento da soja do Centro-Oeste. Além disso a restrição de navegação dos navios de grandes calados nestes rios pode afetar o escoamento e produção do Polo Industrial da Zona Franca.

“Os navios não poderão navegar no período noturno perto de Itacoatiara (AM) e nas proximidades de Codajás. Acontece que os rios Amazonas, Solimões e Madeira são fundamentais na logística fluvial que atende Manaus” explicou o parlamentar.

Para o deputado a proibição acarretará grandes prejuízos para região e por isso a urgência em revogar a portaria expedida pela Marinha do Brasil.

“Sem a BR-319, os navios são os principais recursos que as empresas da Zona Franca têm de levar seus produtos para outras regiões. Essa deficiência logística é um fator limitativo da infraestrutura econômica, principalmente, na Região Norte”, afirmou Capitão Alberto Neto.

Deixe um comentário