Você está visualizando atualmente Carlinhos Bessa é escolhido para representar o parlamento brasileiro na Conferência das Nações Unidas

Carlinhos Bessa é escolhido para representar o parlamento brasileiro na Conferência das Nações Unidas

Carlinhos Bessa é escolhido para representar o parlamento brasileiro na Conferência das Nações Unidas

O deputado estadual Carlinhos Bessa (PV), está em Madrid, na Espanha, como representante oficial do Brasil, na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2019. Bessa está representando os parlamentares da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), após a Casa ser escolhida para representar as Assembleias do Brasil, na 25ª Reunião da ONU.

A conferência foi planejada para ser realizada no Brasil em novembro de 2019, mas o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, anunciou a retirada do país em novembro de 2018, citando ser por razões econômicas. Em seguida, o Chile se aproximou e se tornou o novo anfitrião, mas a agitação social que antecedeu a reunião, no final de outubro de 2019, forçou o país a se retirar da recepção da mesma. Então, por mútuo acordo entre a ONU, o Chile e a Espanha, este último se tornou o novo anfitrião.

Por meio de suas redes sociais, o deputado amazonense anunciou sua participação no evento. “Eu, deputado Carlinhos do partido Verde, fui escolhido para representar os parlamentares do Brasil. Então estamos aqui, e vamos poder contribuir muito mais pelo povo do Amazonas, com certeza. Sabemos que o estado do Amazonas precisa de investimentos para que a gente possa manter toda nossa floresta em pé, contribuindo com o meio ambiente. O tema aqui é: Ação Agora”, disse Bessa.

Seus colegas demonstraram apoio, como a deputado Alessandra Câmpelo, que comemorou a escolha. “Me sinto representada por você e pelo nosso Governador aí na COP 25, a Amazônia tem voz”, afirmou a parlamentar.

O evento acontece desde o dia 2 de dezembro e deve seguir até o dia 13 deste mês. A CPO ocorre anualmente e tem como função debater os parâmetros do acordo para reduzir os efeitos do aquecimento global e lidar com suas consequências.

Deixe um comentário