Você está visualizando atualmente Caso de promotor que comparou advogada a cadela será investigado pela Corregedoria do MPAM

Caso de promotor que comparou advogada a cadela será investigado pela Corregedoria do MPAM

Caso de promotor que comparou advogada a cadela será investigado pela Corregedoria do MPAM

A Corregedoria-Geral do Ministério Público do Amazonas (MPAM) instaurou nesta quinta-feira (14), uma reclamação disciplinar com o objetivo de apurar o caso do promotor Walber Luis da Silva Nascimento, acusado de comparar a advogada Catharina Estrella, a uma cadela durante julgamento no Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM).

Em nota, o MPAM reafirmou o compromisso com a defesa dos direitos das mulheres e das advogadas do Estado do Amazonas.

A Ordem dos Advogados do Brasil | Seccional Amazonas (OAB-AM), repudiou a fala do promotor e realizou junto a profissionais de advocacia um ato de desagravo na manhã desta quinta-feira em frente à sede do Ministério Público do Amazonas, na zona oeste de Manaus.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o caso. O promotor está com a palavra e, em determinado momento, chega fazer uma comparação entre uma cadela e a advogada Catharina Souza Cruz.

O promotor disse que a advogada interpretou errado a fala e que não ofendeu a profissional. A Associação Amazonense do Ministério Público, disse em nota prestar apoio irrestrito ao promotor de justiça por entender que ele não cometeu ato ofensivo.

Fonte: Band News

Deixe um comentário