Caso Lucas | Familiares de sargento oferecem recompensa por pistoleiro que o matou

Caso Lucas | Familiares de sargento oferecem recompensa por pistoleiro que o matou

Caso Lucas | Familiares de sargento oferecem recompensa por pistoleiro que o matou

Anúncios

Familiares do sargento Lucas Ramon Guimarães oferecerão uma recompensa para quem tiver informações sobre o pistoleiro que matou o militar, no último dia 1º de setembro, em uma cafeteria no bairro Praça 14, na zona Sul de Manaus. O anúncio sobre o valor será dado em uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira, (12).

A decisão da família ocorre um dia após o Superior Tribunal Federal (STJ) conceder habeas corpus para Joabson Agostinho Gomes e a esposa dele, Jordana Azevedo Freire, donos da rede de supermercados Vitória, que deixaram a cadeia nesta quarta-feira (10).

O casal é acusado de envolvimento na morte sargento Lucas Ramon Silva Guimarães, 29, assassinado com três tiros na cabeça, no último dia 1º de setembro, dentro da cafeteria que ele era proprietário, na Praça 14, zona Sul de Manaus. Câmeras de segurança registraram a ação de um atirador, ainda não identificado.

O motivo do crime, segundo a polícia, seria traição da esposa e desvio de dinheiro. Com a quebra do sigilo telefônico do casal a polícia afirmou que Jordana teria tomado conhecimento dos planos do marido e nada fez para impedir.

O casal deve responder ao crime em liberdade.

Deixe um comentário