‘Catolé’ em banheiro provoca pânico na CMM; bombeiros falam em simulação

‘Catolé’ em banheiro provoca pânico na CMM; bombeiros falam em simulação

‘Catolé’ em banheiro provoca pânico na CMM; bombeiros falam em simulação

Um boato de que uma ‘bomba’ tinha estourado no prédio da Câmara Municipal de Manaus (CMM) provocou pânico nesta quarta-feira, (10). Vereadores, servidores e cidadãos que estavam na sede e no Anexo I tiveram que evacuar o local.

Anúncios

Após o susto, a brigada da Casa Legislativa disse que tudo não passou de uma simulação. Outras pessoas falaram que a ação foi motivada por um ‘catolé’ em um dos banheiros do Parlamento.

O vereador William Alemão (Cidadania) chegou a abrir uma ‘live’ em suas redes sociais mostrando a situação, com funcionários, vereadores e demais visitantes na frente da portaria procurando informações.

“Não sei o que houve, os alarmes de incêndio acionaram. Não sabemos se é uma simulação ou não”, disse.

Outro parlamentar que apareceu na live foi o Capitão Carpê (Republicanos) que sugeriu, inclusive, chamar o Grupamento Manejo de Artefatos Explosivos (Marte) da Polícia Militar (PM). Carpê disse que sentiu cheiro de pólvora.

Segundo fontes, um barulho parecido como uma ‘bomba’ ocorreu, então, uma correria iniciou-se com brigadistas pedindo para que saíssem dos gabinetes. Após constatarem que estava tudo bem, os funcionários puderam retornar ao prédio.

“Isso é muito estranho, não avisaram nada. Houve uma explosão dentro da Câmara e um cheiro de pólvora muito intenso. Mas, segundo os bombeiros civis que trabalham aqui, é apenas uma simulação”, contou Carpê.

Fontes informaram, ainda, que toda a confusão foi causada por um ‘catolé’ estourado em um dos banheiros do prédio. Não há informações oficiais se o objeto fez parte da simulação.

Fonte: Portal O Poder

Deixe um comentário