Você está visualizando atualmente Cipec: Amazonino lidera para o governo; Braga e Vanessa lideram para o Senado

Cipec: Amazonino lidera para o governo; Braga e Vanessa lideram para o Senado

O Centro Integrado de Pesquisa e Comunicação, divulgou na terça-feira (10), pesquisa de intenção de votos no Amazonas para o governo e o senado federal.

De acordo com a pesquisa, Amazonino Mendes (PDT), que tenta a reeleição, lidera a disputa para o governo do Estado com 24% das intenções de voto. Em 2º aparece o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, o deputado David Almeida (PSB), com 16%.

O apresentador de TV Wilson Lima (PSC) alcançou 12% das intenções. O senador Omar Aziz (PSD-AM) teve 8%. Já o pré-candidato da Rede, Junior Brasil, obteve apenas 2% das intenções.

Os votos brancos ou nulos somaram 24%, assim como aqueles que não souberam ou não responderam a pesquisa.

SENADO DO AMAZONAS

Os senadores Eduardo Braga (MDB) e Vanessa Grazziotin (PCdoB) lideram a disputa para as vagas ao Senado pelo Amazonas. Braga e Vanessa são a 1ª opção da maioria dos eleitores do Amazonas.

Braga também lidera a 2ª opção de voto. Pauderney, Rebecca Garcia e Vanessa Braga estão empatados tecnicamente como segunda opção do eleitor.

Alfredo Nascimento (PR) e Chico Preto (PMN) disputam o quinto lugar na corrida para o Senado, ambos na casa de um dígino como primeira e segunda opção de voto do eleitorado.

GOVERNO DE AMAZONINO

A pesquisa também mostra que 44% dos entrevistados avaliaram o governo de Amazonino Mendes como regular. Outros 32% avaliaram como negativo e 19% como positivo.

ADMINISTRAÇÃO DE ARTHUR VIRGÍLIO

A administração do prefeito Arthur Virgílio (PSDB) também foi avaliada. Entre os entrevistados, 42% a consideraram negativa, 41% como regular e 14% como positiva.

A pesquisa do Cipec (íntegra) foi realizada de 5 a 8 de julho. Foram entrevistadas 1.200 pessoas residentes no Estado do Amazonas. O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o nº AM-09504/2018. A margem de erro é de 2,8 pontos percentuais para mais ou para menos.

Deixe um comentário