David Almeida comemora avanço administrativo em 180 dias de sua gestão

David Almeida comemora avanço administrativo em 180 dias de sua gestão

David Almeida comemora avanço administrativo em 180 dias de sua gestão

Com avanço em todas as pastas, o prefeito de Manaus, David Almeida, enfatizou a evolução administrativa realizada pela Prefeitura de Manaus nos primeiros 180 dias de sua gestão, marca comemorada nesta quarta-feira, (30), e projetou um crescimento ainda maior nos próximos meses com a execução do programa “Mais Manaus”, que investirá quase R$ 2 bilhões na revitalização e modernização da capital amazonense.

Anúncios

“É com muita alegria que chegamos a mais essa marca importante na nossa gestão. Apesar de estarmos enfrentando muitos desafios desde o início do ano, conseguimos, com muito trabalho, começar uma nova página na história de Manaus. Estamos fazendo muito com pouco. Essa é a hora de retribuirmos para a nossa cidade, tudo o que ela já nos deu. Hoje, já temos uma cidade mais alegre, mais estruturada e mais moderna. Tenho certeza de que vamos conseguir transformar a realidade da nossa população”, enfatizou Almeida.

O chefe do Executivo municipal ressaltou que nem mesmo a maior crise sanitária dos últimos 100 anos, provocada pelo avanço da pandemia do novo coronavírus, e a maior cheia já registrada do rio Negro, atingindo 30,02 metros, impediram que a prefeitura realizasse medidas para reestruturar e revitalizar a capital do Amazonas e impulsionar a economia da região metropolitana.

“Com menos de uma semana de gestão, a maior crise sanitária da história estourou e tivemos que lidar com índices desesperadores, porém, só com muito trabalho conseguimos reverter essa situação, e hoje afirmo, que devido ao nosso planejamento e eficiência, não teremos uma terceira onda da Covid-19. A vacinação avança, somos a segunda capital com menor faixa etária sendo vacinada, e tudo isso durante a maior cheia da história do século em Manaus. Apesar dos ventos não estarem favoráveis, trabalhamos, lutamos contra os índices, e hoje Manaus vive uma realidade diferente, porém, ainda não chegamos aos sonhos, e esse é nosso objetivo”, salientou David Almeida, emocionado.

A vacinação contra a Covid-19 avança na capital amazonense, onde mais de 1 milhão de doses já foram aplicadas na população residente no município. Até os 180 dias de gestão, Manaus vacina o público geral a partir dos 27 anos, em pontos de imunização espalhados por todas as zonas da capital, e com mais de 313 mil pessoas imunizadas, com as duas doses da vacina aplicadas.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), responsável pela coordenação e execução da vacinação em Manaus, já realizou a imunização total ou parcial de todos os públicos contemplados pela lista de prioridade do Plano Nacional de Imunização (PNI), ou seja, grávidas, puérperas, Forças Armadas, idosos, trabalhadores da saúde, da educação, entre outros.

David Almeida relembrou que a atual gestão recebeu a Prefeitura de Manaus com um orçamento para 2021 de cerca de R$ 2 bilhões inferior ao executado no ano passado. Mesmo assim, uma das primeiras medidas tomadas pelo município para minimizar o déficit financeiro provocado pela pandemia da Covid-19, foi a implantação do programa social Auxílio Manauara, que beneficia 40 mil famílias com R$ 2.400 divididos em 12 parcelas até o final deste ano. Além disso, seis mil autônomos e microempresários foram contemplados com o Auxílio Empreendedor, benefício de R$ 300 pago em cota única.

“Essas medidas foram necessárias para auxiliar a população manauara neste momento complicado de pandemia. Não poderíamos, como Prefeitura de Manaus, deixar de estender a mão e contribuir para minimizar um pouco o sofrimento dessas famílias. Nosso dever, como representante do povo, é buscar soluções criativas para as demandas que vão surgindo. Assim, criamos esses projetos, além de distribuir cestas básicas e kits de higiene para famílias de diversos bairros de Manaus”, ressaltou o prefeito.

Infraestrutura

Desde as primeiras horas do ano, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) deu início às ações de recuperação das principais ruas da cidade. O trabalho se intensificou com o lançamento do pacote de Obras de Inverno, que já realizou a revitalização de mais de mil ruas pela capital, com serviços de tapa-buracos, drenagem e instalação de meios-fios. O projeto visa contemplar mais de 1,7 mil ruas por toda Manaus.

Já o projeto Ilumina Manaus trouxe mais claridade e segurança aos bairros da cidade. As ações também contemplaram a zona rural, que pela primeira vez recebeu iluminação a LED.

Na gestão David Almeida, os servidores da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) assumiram o protagonismo artístico da cidade. Além de realizarem o trabalho de conservação e limpeza dos espaços públicos, eles estão revitalizando praças e avenidas, como a praça Umberto Calderaro Filho, mais conhecida como “Bola das Letras”, levando mais cor e beleza às ruas da capital.

Cheia histórica

O rio Negro alcançou 30,02 metros, sendo a nova marca histórica registrada como a maior cheia dos últimos 119 anos. A Prefeitura de Manaus construiu mais de 13 mil metros de pontes e passarelas em 21 bairros da capital amazonense, atingidos pela subida das águas.

Dentre as ações realizadas pela Casa Militar, por meio da Defesa Civil, está a aplicação de mais de 20 toneladas de cal em quatro bairros de Manaus, para inibir o forte odor causado pelas águas do rio, que ficam paradas.

A Operação Cheia 2021 contou ainda com a entrega dos cartões de auxílio para a população atingida, um acréscimo ao Auxílio Aluguel, que juntos totalizam R$ 500 para os beneficiários contemplados, que podem inclusive ter acesso aos utensílios doados na campanha Desapego Solidário, do Fundo Manaus Solidária, como roupas, itens de cama, mesa e banho, e demais doações recebidas.

Outra medida tomada pela Prefeitura de Manaus foi a construção da primeira feira flutuante do Brasil, alocando, durante a cheia do rio Negro, os mais de 200 permissionários da feira da Manaus Moderna, localizada no Centro. De acordo com a Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), o novo espaço trouxe dignidade aos feirantes, além de atrair uma maior quantidade de frequentadores.

Educação

Na educação, a Prefeitura de Manaus buscou investir na tecnologia para vencer a barreira do distanciamento social e seguir oferecendo um serviço de qualidade aos alunos. Graças ao programa “Auxílio Conectividade”, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) passou a beneficiar mais de sete mil professores com R$ 70 pagos mensalmente, para a aquisição de um pacote de dados móveis que facilite a preparação e aplicação de atividades escolares remotas.

Outra medida tomada foi a ampliação do programa “Nossa merenda”, que garante a todos os alunos da rede municipal, o direito a uma cesta básica, equivalente à merenda escolar oferecida nas escolas.

Dias melhores

“Porque problemas se resolvem, desafios se vencem, sonhos se realizam. Vamos em frente, chegaremos aos sonhos”, disse o prefeito David Almeida, comentando sobre o futuro da cidade de Manaus, que atualmente ainda não saiu da pandemia da Covid-19, apesar dos avanços na vacinação e em tantas outras áreas: saúde, educação, infraestrutura, turismo, mobilidade urbana, entre outros setores indispensáveis ao bem-estar da população.

Ainda em junho, poucos dias antes de completar seis meses de gestão, o chefe do Executivo municipal lançou o programa de crescimento econômico e social “Mais Manaus”, que vai garantir melhorias em todas as áreas da gestão, e ainda conferir mais de 60 mil empregos diretos e indiretos aos cidadãos.

As metas estão datadas para serem alcançadas, nos próximos 24 meses de gestão, quando a capital amazonense estará em condições bem melhores do que a do início da gestão.

“Nossa arrecadação vai aumentar, e com a queda de casos de Covid-19, o comércio irá reaquecer, e a cidade vai ganhar muito com isso. É para esse momento que estamos nos preparando e com a prefeitura investindo ainda mais em melhorias”, finalizou David Almeida.

Deixe um comentário