David Almeida economiza R$ 87 milhões com revisão de contratos deixados por Arthur

David Almeida economiza R$ 87 milhões com revisão de contratos deixados por Arthur

David Almeida economiza R$ 87 milhões com revisão de contratos deixados por Arthur

O Prefeito David Almeida (Avante) conseguiu em apenas cinco meses economizar mais de R$ 87 milhões com a revisão de contratos de empresas prestadoras de serviços herdados da gestão de Arthur Neto (PSDB). Os contratos deixados pelo tucano na gestão passada com valores mais altos, estavam sob auditoria técnica e foram atualizados por David com economia superior a mais de 40%.

Anúncios

Ao assumir a Prefeitura de Manaus, David Almeida, pegou um orçamento de R$ 5,5 bilhões. Numa comparação simples David pegou um orçamento R$ 600 milhões menor que o orçamento da prefeitura em 2020, no último ano de Arthur Neto. No entanto, se somadas todas as contas a pagar e empréstimos deixados na conta da prefeitura, o buraco no orçamento supera os R$ 1,4 bilhão.

Segundo o vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta, os R$ 87 milhões, economizados em apenas três contratos com as empresas Solo Ltda, Compasso Construções Ltda. e Pomar Comércio, comprovam a seriedade e o compromisso da gestão do prefeito David Almeida de otimizar os gastos públicos e garantir a melhoria nos serviços prestados para a população da capital.

“O prefeito David e eu temos enfrentado uma série de desafios desde que assumimos a prefeitura. Além do cenário de pandemia, que afeta a todos, principalmente a mão de obra, ainda estamos vivenciando uma das maiores cheias de nossa história, herdamos diversas obras inacabadas ou entregues com problemas, como é o caso do viaduto do Manoa, além de um orçamento cerca de R$ 1,4 bilhão menor que o do ano passado. Por isso, nos focamos em cortar gastos, mas sem diminuir a qualidade dos serviços prestados. Como o prefeito mesmo disse: nós fazemos mais com menos”, afirmou o vice-prefeito Marcos Rotta.

De acordo com o subsecretário de Gestão e Planejamento da Seminf, Reginaldo Rocha, os mesmos contratos firmados na gestão passada foram reformulados com preços menores e abrangem os serviços de tapa-buraco nos bairros da capital, com a meta de revitalizar 10 mil ruas até o final deste ano.

“Aumentamos a qualidade dos serviços, estamos crescendo consideravelmente na produtividade e na eficácia dos trabalhos, principalmente atendendo os bairros que estavam esquecidos pelo poder público. Só nesse primeiro trimestre, a Seminf já trabalhou em 2 mil ruas, e está em execução com plano de inverno, em mais de 1,7 logradouros. Estamos cumprindo as determinações do prefeito David Almeida, que tem o intuito de atender cada dia mais e mais comunidades”, conclui Rocha.

Ainda de acordo com o subsecretário, com o foco na redução de custos, a prefeitura tem reavaliado de forma produtiva os cronogramas de obras, qualidades dos serviços, e com equipes na fiscalização intensa nas ruas, gerando um trabalho com muita qualidade sem desperdiçar o dinheiro público.

Deixe um comentário