‘De volta o pesado lobby de pesquisadores estrangeiros’, diz Plínio sobre a BR-319

‘De volta o pesado lobby de pesquisadores estrangeiros’, diz Plínio sobre a BR-319

‘De volta o pesado lobby de pesquisadores estrangeiros’, diz Plínio sobre a BR-319

Na tarde de hoje (10) o senador pelo Amazonas, Plínio Valério (PSDB) em uma publicação na sua rede social, comentou que no ano passado a economista Monica de Bolle, pesquisadora sênior do Instituto Peterson de Economia Internacional, em Washington, havia feito uma previsão estapafúrdia, de que em 2 anos a Floresta Amazônica iria deixar de produzir chuva e se transformaria em uma savana seca.

Anúncios

‘Já se passou um ano… Agora, como eu previa, a notícia de que o Ibama recebeu os estudos de impacto ambiental para a licença de recuperação da BR-319 que já existe, está trazendo de volta o pesado lobby de pesquisadores estrangeiros com novas projeções estapafúrdias. Mirem a foto e vejam a preservação”, escreveu o senador.

Em sua postagem, Plínio ressalta que a BR-319 é toda blindada por núcleos de preservação ambiental e com o seu asfaltamento o Estado pode chegar para fiscalizar ação de garimpo e desmatamento irregulares.

“De novo, olhem a foto da estrada que já existe e é trafegada a duras penas por caminhões que abastecem Manaus. Agora que o Ibama avalia a licença emperrada há anos pela ação de egoístas que moram muito bem e não sofrem problema de isolamento dos que só saem de avião ou barco, vai chover de pesquisadores, políticos e o escambau para argumentar contra”, finalizou o senador.

Deixe um comentário