Você está visualizando atualmente Delegado Pablo comenta expulsão do PSL do suspeito que atacou o porta dos fundos

Delegado Pablo comenta expulsão do PSL do suspeito que atacou o porta dos fundos

Delegado Pablo comenta expulsão do PSL do suspeito que atacou o porta dos fundos

Ontem (6) o Partido Social Liberal (PSL) expulsou o empresário Eduardo Fauzi, suspeito de participação ao ataque à sede da produtora do Porta dos Fundos, ocorrida no dia 24 de dezembro de 2019.

Segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ele era filiado à sigla desde 2001. Além do PSL, Eduardo Fauzi também era filiado à Frente Integralista Brasileira (FIB), de onde foi expulso na semana passada.

O presidente regional do PSL no Amazonas, delegado Pablo Oliva, comentou dizendo que o atentado não tem relação com o partido.

“Pelo que sei e li nas redes sociais, ele era um filiado muito antigo, talvez nem ele lembrasse que era filiado. O ocorrido não tem nenhuma ligação com o partido e nem tão pouco o partido apoia este tipo de prática. Tanto que o presidente já cuidou logo de retirá-lo dos quadros do partido”, disse Pablo ao afirmar que Eduardo Fauzi nunca trabalhou ou teve função no PSL.

O Direto ao Ponto, também tentou ouvir o deputado estadual, delegado Péricles, que apesar de já ter dito nas redes sociais, que seguirá o presidente Jair Bolsonaro no partido Aliança pelo Brasil, ainda é filiado ao PSL, mas o mesmo preferiu não comentar sobre a expulsão do suspeito.

Deixe um comentário