Deputado apela à bancada governista para que presídio não seja instalado no PIM
Foto: Divulgação

Deputado apela à bancada governista para que presídio não seja instalado no PIM

Em pronunciamento nesta quinta-feira (15), o deputado Sabá Reis (PR) apelou aos deputados ligados ao governo para que interfiram na decisão de abrigar um presídio dentro do Polo Industrial de Manaus (PIM). Na opinião do parlamentar, há outros espaços na cidade que poderiam abrigar melhor os apenados da Justiça.

Sabá Reis alerta que essa decisão pode acarretar repercussão negativa em Brasília e São Paulo contra o projeto ZFM, que é vitorioso. “O Distrito paga o nosso salário por conta do que as empresas produzem e o governo arrecada em impostos”, lembrou ele.

Conforme o deputado, a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) não concorda com a decisão, assim com o superintendente da Suframa, Apio Tolentino, e muito menos os empresários, que estão investindo no PIM e gerando desenvolvimento no Estado.

Sabá Reis informou que o prédio que está sendo pleiteado para abrigar os detentos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), sediou a fábrica Brasjuta, desativada desde 2015, que foi construída com apoio financeiro da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). “Como a direção da empresa de juta não honrou seus compromissos de empréstimos, hoje o galpão se tornou um patrimônio da agência que terá que dar uma solução para não sofrer prejuízo de um recurso público”, explicou.

 

 

Deixe um comentário