Deputado solicita Auxílio Emergencial Estadual aos profissionais da cultura e esporte

Deputado solicita Auxílio Emergencial Estadual aos profissionais da cultura e esporte

Deputado solicita Auxílio Emergencial Estadual aos profissionais da cultura e esporte

Nesta quinta-feira (08), o deputado estadual Felipe Souza (Patriota), enviou um requerimento ao governo do Amazonas, solicitando a inclusão da categoria dos profissionais da cultura e esporte, no rol dos contemplados pelo Auxílio Emergencial do Estado.
Em pronunciamento na Sessão Virtual da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o parlamentar ressaltou que grande parte dos trabalhadores dessas classes estão sofrendo com a pandemia, “[…] que não puderam exercer suas profissões, que não puderam ganhar o pão nosso de cada dia, possam ser inclusos. Para que eles possam ter direito a receber as parcelas”, disse Felipe.
O texto do indicativo, em que trata da intermediação do deputado junto ao Governo pela classe artística, traz resultados preliminares da pesquisa: Percepção dos Impactos da Covid-19 nos Setores Culturais e Criativos do Brasil, feita pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP), divulgados em 2020, que revelam que os setores da cultura e da economia criativa foram os mais afetados pela pandemia do novo coronavírus.
A justificativa da solicitação do auxílio para os profissionais do esporte segue na mesma esteira. E enfatiza o fato de, desde março de 2020, o setor do esporte e os diversos segmentos que o compõem como, academias, escolas, clubes, aulas também esbarrarem na impossibilidade de exercer atividades, devido a pandemia e uma série de restrições impostas com o objetivo de tentar diminuir o contágio da Covid-19 entre a população amazonense.
“Muitos desses trabalhadores, muitas das vezes trabalhavam num dia, pra ter o que comer no outro, ou seja, veio a pandemia e essas dificuldades, certamente, se intensificaram. Por isso, eu tô pedindo a celeridade na inclusão desses profissionais no rol de beneficiários do Auxílio Emergencial Estadual”, acrescentou Felipe Souza

Deixe um comentário