Você está visualizando atualmente Deputados estaduais repercutem a importância do Festival de Parintins para o Amazonas

Deputados estaduais repercutem a importância do Festival de Parintins para o Amazonas

Deputados estaduais repercutem a importância do Festival de Parintins para o Amazonas

Entre os dias 30 de junho e 2 de julho será realizada a 56ª edição do Festival Folclórico de Parintins, com o tema Festival dos Povos da Floresta. A festa, que faz parte da rota turística do Amazonas, é marcada pela disputa das agremiações do Boi Garantido e Boi Caprichoso. O maior festival folclórico do Amazonas se tornou Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado a partir da Lei nº375 de 2017, cuja propositura foi autoria do então deputado Josué Neto.

O presidente da Aleam, deputado Roberto Cidade (União Brasil), destaca a importância social, ambiental e econômica da festividade. “O Festival é responsável por movimentar milhões de reais na Ilha Tupinambarana e impulsionar os pequenos, médios e grandes empreendimentos. Cumpre também um papel importante ao chamar a atenção sobre a importância da preservação dos diversos biomas. Vitrine mundial, o Festival de Parintins com certeza é uma das maiores riquezas do Amazonas”, afirmou o presidente.

O presidente da Comissão de Turismo, Fomento e Negócios da Casa Parlamentar, deputado Felipe Souza (Patriota), considera o evento um destaque que impulsiona a economia e o turismo no estado. “Essa celebração atrai visitantes de todo o país e até mesmo do exterior, trazendo benefícios econômicos significativos para a região. Como presidente da Comissão, reconheço a importância desse evento, que visa impulsionar ainda mais o desenvolvimento do setor turístico em nosso estado”, avaliou Felipe Souza. 

Para o deputado Thiago Abrahim (União Brasil), que preside a Comissão de Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional, o Festival já não é mais só de Parintins, mas sim do Amazonas. “O festival é, principalmente, do povo amazônida, ao retratar a nossa cultura e nossa história. A festa dos bois Garantido e Caprichoso, que levam alegria para os nossos corações, não é só entretenimento, é desenvolvimento econômico e social”, destacou o parlamentar. 

O deputado destacou que, em 2022, Parintins recebeu mais de 110 mil turistas e o evento gerou uma receita direta de R$ 112 milhões, demonstrando que a festa é uma grande fonte de geração de emprego e renda para todos os municípios do Médio e Baixo Amazonas. 

A deputada Alessandra Campêlo (PSC) destaca que o Festival alavanca o turismo e o nome do Amazonas como destino no cenário nacional e internacional.

“A festa potencializa o poder da economia criativa e vai muito além das apresentações do Garantido e Caprichoso. O festival mostra ao mundo o talento dos nossos artistas e a força da nossa cultura. A nossa criatividade é um diferencial num mundo cada vez mais digital e globalizado”, avaliou.

Campanha Deixa de Enxerimento

Durante a festividade, a Comissão de Mulher, da Família e da Pessoa Idosa, presidida pela deputada Alessandra Campêlo, e a Procuradoria da Mulher da Aleam vão realizar a segunda edição da Campanha “Deixa de Enxerimento – importunação sexual é crime e dá cadeia”, que combate esse tipo de crime do qual as mulheres são vítimas nos meios de transporte, como embarcações e ônibus. 

A Campanha busca sensibilizar a sociedade sobre a importância do respeito às mulheres. “As ações voltadas ao festival vão acontecer na saída dos barcos para Parintins, no stand do Turistódromo (em frente à Catedral de Nossa Senhora do Carmo) e também junto às galeras do Caprichoso e Garantido nos três dias de apresentações dos bois. Além dessa ação, a Procuradoria da Mulher está envolvida no esforço coletivo que o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) está fazendo com diversas instituições para combater a exploração sexual e de crianças e adolescentes durante o festival”, explicou Alessandra Campêlo.

Deixe um comentário