Desembargador manda diplomar prefeito eleito acusado de ter certidão de escolaridade falso

Desembargador manda diplomar prefeito eleito acusado de ter certidão de escolaridade falso

Desembargador manda diplomar prefeito eleito acusado de ter certidão de escolaridade falso

O desembargador do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE), Fabrício Frota Marques, deferiu, nesta sexta-feira, (4), tutela de urgência suspendendo decisão que cassou a registro de candidatura e determinou a diplomação do prefeito eleito Nazareno Souza Martins, o “Gibe”, do Republicanos, em São Paulo de Olivença.

Anúncios

No dia 26 de novembro, o Ministério Público Eleitoral emitiu parecer pela cassação do registro de candidatura do prefeito eleito Nazareno Souza Martins, tornando nulos os votos nominalmente obtidos pelo candidato, por suspeita de falsidade da certidão de escolaridade inserida durante o registro de candidatura.

Na última segunda-feira, 30 de novembro, o desembargador eleitoral Fabrício Frota Marques chegou a se acautelar quanto ao pedido de liminar ingressado no mandado de segurança do prefeito eleito, mas nesta sexta-feira decidiu pela diplomação de Gibe.

Por meio de nota, Gibe se manifestou sobre a decisão da Justiça Eleitoral. “Informo aos amigos e amigas paulivenses que acaba de sair uma decisão favorável do nosso Mandado de Segurança, no qual o Desembargador Eleitoral do TRE, reconheceu a vontade do povo de São Paulo de Olivença e suspendeu a decisão que estava nos prejudicando”. O prefeito eleito finaliza agradecendo à Deus e aos advogados que o defenderam.

Gibe foi eleito em São Paulo de Olivença com um total 7,1 mil votos (48,61%), uma diferença de 1,3 mil votos do segundo colocado, Paulo Mafra (PP), que recebeu 5,7 mil votos (39,19%).

Fonte: Portal O Poder

Deixe um comentário