Desprezo e omissão aos praças da PM pode causar greve, aponta Platiny

Desprezo e omissão aos praças da PM pode causar greve, aponta Platiny

A falta de diálogo do Governo do Estado com a categoria de praças da Polícia Militar do Amazonas foi criticada na manhã desta terça-feira (6), pelo vice-presidente da Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Platiny Soares (DEM).

Para o parlamentar, o posicionamento do secretário de segurança Bosco Saraiva (PSDB), em entrevista à Rádio Difusora, no último final de semana, onde os policiais foram comparados a “rabo de cachorro”, evidencia o desprezo que a atual administração destina aos profissionais.

A categoria luta pela revogação do parecer nº 14/2018, contrário ao cumprimento da Lei nº 4.044/2014, que estabelece a promoção por tempo de serviço dos Praças da Polícia Militar do Amazonas, e promete uma paralisação total das atividades dentro e fora dos quartéis, caso o parecer não seja revogado.

Em solidariedade ao discurso de Platiny, o presidente da Casa, deputado David Almeida (PSD), avisou o governador que é um grande risco subestimar a categoria, que em 2014 realizou paralisação histórica, onde todos os municípios do Estado aderiram à ação, que resultou na elaboração da Lei de Promoção, que hoje é contestada pelo atual administração.

Deixe um comentário