Você está visualizando atualmente Dr. George Lins defende soluções para a crise do transporte aéreo no interior do Amazonas

Dr. George Lins defende soluções para a crise do transporte aéreo no interior do Amazonas

Dr. George Lins defende soluções para a crise do transporte aéreo no interior do Amazonas

Preocupado com a crise do transporte aéreo no país, com impactos altamente negativos no interior do Amazonas, o deputado estadual Dr. George Lins (União Brasi), da tribuna da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), defendeu, na manhã desta terça-feira (06), medidas urgentes que aplaquem os grandes transtornos causados pela recorrente suspensão de voos, principalmente, pela companhia Voepass Linhas Aéreas.

Acerca do problema, o parlamentar lembrou representação de sua autoria junto ao Ministério Público do Estado (MP-AM), ingressada em março de 2023, pedindo que as empresas respondessem pela péssima prestação dos serviços à população interiorana. “A nossa representação virou Inquérito Civil, onde as empresas Voepass e Azul Linhas Aéreas se comprometeram em melhorar a qualidade dos serviços que prestavam no interior”, discursou Dr. George.

Aludindo a Voepass, o parlamentar ressaltou que os sucessivos cancelamentos de voos da empresa causaram grandes prejuízos ao município de Carauari, na calha do Rio Juruá, em 2023. A situação piorou em dezembro quando a companhia anunciou que suspenderia, por tempo indeterminado, seus voos para o interior amazonense, agravando a situação de isolamento de várias cidades.

“Governo fez sua parte”

Segundo Dr. George, a Voepass não poderia suspender suas atividades no interior do Estado em razão de compromisso assumido com o Governo Wilson Lima, que reduziu em 7% a alíquota do ICMS sobre querosene e gasolina em nome da estabilidade das operações das empresas de transporte aéreo de passageiros.

“O Governo Estadual fez tudo para que as companhias melhorassem a qualidade de suas operações no interior, de maneira que a Voepass não poderia interromper seus serviços de forma abrupta”, destacou o deputado, lamentando o atual quadro de isolamento do interior com a interrupção dos voos.

Conforme ele, o problema coloca desafios que precisam ser sanados de modo urgente para que o transporte aéreo volte à normalidade. Nesse sentido, ele destacou que uma das soluções para a questão envolve a Petrobras, que, por sinal, abriga na Província de Urucu um considerável contingente de trabalhadores oriundos de Carauari, a 170 quilômetros de Coari.

Petrobras, uma esperança

A Província Petrolífera de Urucu, de acordo com o deputado, tem desempenhado um papel importante na geração de empregos na região, com 20 mil postos de trabalho, dos quais 3.800 são diretos e 16,2 mil indiretos. Cerca de 45% da força de trabalho em Urucu provêm de municípios vizinhos, como Carauari. “Portanto, a falta de acesso aéreo impacta diretamente na vida desses trabalhadores”.

Na opinião do deputado, a solução para a crise poderá contar com a parceria da Petrobras. “Sabe-se que a Petrobras tem contrato com a Voepass Linhas Aéreas até 2025. Depois, a Petrobras não vai mais renovar esse contrato, pois vai passar a operar na região com a aeronave ATR-72, podendo ajudar Carauari. Mas, ocorre que reformas estruturantes precisarão ser feitas no aeródromo do município para que essa aeronave possa pousar adequadamente”, observou.

A propósito, Dr. George informou que sua assessoria já trabalha requerimento em que apela aos governos Federal e Estadual para que sejam implementadas as medidas necessárias para o melhoramento das condições do aeródromo de Carauari, incluindo pista de pouso.

Em apartes, vários deputados, como Mário César Filho (UB), se manifestaram solidários ao discurso do Dr. George, defendendo medidas que resolvam logo a crise gerada pelas companhias aéreas ao suspenderem voos para o interior.

Deixe um comentário