You are currently viewing Edital selecionará projetos de Bioeconomia e Transformação Digital de empresas sediadas no Amazonas

Edital selecionará projetos de Bioeconomia e Transformação Digital de empresas sediadas no Amazonas

Edital selecionará projetos de Bioeconomia e Transformação Digital de empresas sediadas no Amazonas

Empresas sediadas no Amazonas já podem se inscrever no edital “Bioeconomia e Transformação Digital na Amazônia”, iniciativa do Governo Federal, por meio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), que destinará R$ 30 milhões em recursos de subvenção econômica para projetos de inovação nos temas de Bioeconomia e Transformação Digital. O objetivo da seleção é promover o crescimento econômico e social sustentável da Amazônia brasileira.

Anúncios

O edital foi lançado na tarde desta sexta-feira (04), em evento com a participação do governador Wilson Lima e do ministro do MCTI, Marcos Pontes, na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), zona sul da capital.

De acordo com Wilson Lima, a seleção se junta aos esforços feitos pelo Estado para estimular o desenvolvimento sustentável no Amazonas.

“Tenho conversado muito com a nossa equipe da Fapeam para que os nossos investimentos sejam para todas as vertentes, sobretudo para a bioeconomia. Nós temos um potencial muito grande em cadeias produtivas como a do açaí, temos o manejo do pirarucu e de outras riquezas e produtos da natureza, que podem ser comercializados e revestidos em renda para a nossa população”, disse o governador. E agradeceu ao ministro pelos investimentos no Amazonas.

“Biodiversidade transformada em economia, isso é gigantesco, é uma coisa que não dá para mensurar. A gente precisa transformar isso em nota fiscal e empregos”, enfatizou o ministro Marcos Pontes.

E completou ao dizer como será feito. “Começando com sistemas como esse de aplicação de editais, começando a investir nas nossas empresas de biotecnologia instaladas no local que vão gerar empregos, vão transformar o conhecimento em produtos, investindo nos nossos pesquisadores que trabalham 24h, sete dias por semana, em condições difíceis no meio da Amazônia”, destacou o ministro Marcos Pontes.

Propostas – Na linha técnica Bioeconomia da Amazônia, serão apoiadas ações de inovação aderentes aos seguintes subtemas: Agroindústria; Bioenergia; Biomateriais; Higiene, Perfumaria e Cosméticos; e Saúde.

E na linha técnica Transformação Digital da Amazônia, serão aceitos projetos ligados a: Agroindústria; Educação; Indústria; Monitoramento Ambiental; Saúde; Logística; Saneamento Ambiental; Segurança Pública; Blockchain; Computação em Nuvem; Comunicação Máquina-a-Máquina (M2M); Comunicações Avançadas 5G; Gêmeos Digitais; Geolocalização; Georreferenciamento; Instrumentação/Sensor Inteligente; Inteligência Artificial; Internet das Coisas; Manufatura Aditiva; Manutenção Preditiva; Realidade Aumentada, Realidade Virtual e Realidade Mista; e Robótica Avançada.

Avaliação – A seleção de empresas para apoio financeiro, por meio do edital “Bioeconomia e Transformação Digital na Amazônia”, será realizada em duas rodadas de avaliação, conforme cronograma da Finep. A data limite para envio das propostas é 18 de março.

Mais informações podem ser obtidas no site oficial da Financiadora, na seção Chamadas Públicas, no link: https://bit.ly/35P6IEK.

Deixe um comentário