Em nota, Silas Câmara se diz inocente e afirma que já absorvido nas esferas cível e administrativa

Em nota, Silas Câmara se diz inocente e afirma que já absorvido nas esferas cível e administrativa

Em nota, Silas Câmara se diz inocente e afirma que já foi absorvido nas esferas cível e administrativa

O deputado federal Silas Câmara (Republicanos), enviou nota ao Direto ao Ponto nesta sexta-feira (14), na qual se diz inocente no processo que responde na justiça por apropriação de salário de servidores fantasmas em seu gabinete (rachadinha). A denúncia foi apresentada pela Procuradoria-Geral da República em 2010, que defende pena de 12 anos de prisão ao parlamentar.

Anúncios

Silas afirma que já absorvido nas esferas cível e administrativa e que aguarda o curso natural do processo, que hoje se encontra parado no Supremo Tribunal Federal (STF), após o pedido de vistas do ministro Kassio Nunes Marques.

Até o momento já votaram pela condenação de Silas os ministros Luis Roberto Barroso (relator) e Edson Fachin.

Direito de resposta do Deputado Federal Silas Câmara

O parlamentar em nota esclarece que a matéria veiculada no site Direito ao Ponto não expressa a verdade, na qual trás em seu titulo que Silas foi condenado a 12 anos. Silas diz que no curso do atual processo já foi absorvido nas esferas cível e administrativa. Silas também frisou que nunca solicitou de seu colaboradores repasses de salários ou parte dele e não pactua com tal prática. Durante seus 6 mandatos como Deputado federal seu grande compromisso é com povo do Amazonas.

 

Deixe um comentário