Você está visualizando atualmente Expulsão de Menezes do PL teve aval de Bolsonaro, Valdemar e Alfredo

Expulsão de Menezes do PL teve aval de Bolsonaro, Valdemar e Alfredo

Expulsão de Menezes do PL teve aval de Bolsonaro, Valdemar e Alfredo

Depois de criticar, xingar e fazer ilações com o intuito de prejudicar e difamar o presidente do PL Amazonas, Alfredo Nascimento e PL Manaus, Capitão Alberto Neto, Coronel Menezes foi expulso do PL pela comissão do Conselho de Ética e Disciplina da Executiva Municipal do Partido Liberal em Manaus/AM.

A ordem para que o diretório municipal iniciasse um processo ético-disciplinar contra Coronel Menezes partiu do presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto. Essa decisão, de acordo com informações de bastidores, foi respaldada pelo presidente de honra do PL, Jair Messias Bolsonaro, e pelo presidente do PL no Amazonas, Alfredo Nascimento. Eles não concordaram com as ações de Menezes e acreditaram que suas atitudes têm mais impacto negativo do que positivo para a direita no Amazonas e para o futuro do PL no processo eleitoral do ano que vem.

Em suas redes sociais Menezes classificou a decisão do conselho de ética do partido como esdrúxula, absurda e descontextualizada.

E afirmou que vai buscar as instâncias superiores do partido para reverter sua expulsão.

Em nota a Comissão Executiva Municipal disse que acatou o disposto no relatório do Conselho de Ética e Disciplina do PL na capital, que recomendou, por violação dos deveres éticos e questões de direito e justiça, a exclusão do referido filiado.

“O processo seguiu todos os requisitos e prazos previstos no Estatuto do Partido Liberal, que é de conhecimento integral de todos os filiados do PL no Brasil. A decisão está amparada pelo referido Estatuto nos artigos 45. II – Medidas disciplinares aos filiados e 48. VI, que prevê expulsão do partido em casos de descumprimento do mesmo.”, diz um trecho da nota oficial.

Deixe um comentário