Fausto Jr. contrata advogadas de Bolsonaro para processar presidência da CPI da Covid por abuso de autoridade

Fausto Jr. contrata advogadas de Bolsonaro para processar presidência da CPI da Covid por abuso de autoridade

Fausto Jr. contrata advogadas de Bolsonaro para processar presidência da CPI da Covid por abuso de autoridade

O deputado Fausto Jr. (MDB) confirmou hoje (09/11) que vai contratar as advogadas do presidente Jair Bolsonaro, Karina Kufa e Lucina Pires. O objetivo é entrar com uma ação no Superior Tribunal Federal (STF) contra a direção da CPI da Covid no Senado.

Anúncios

Fausto Jr. explica que tomou a decisão porque foi vítima de abuso de autoridade, injúria, ameaças e difamação por parte da presidência da CPI.

No dia 29 de junho, quando levou à comissão o relatório da CPI da Saúde da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Fausto foi ameaçado pelo presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz.

As ameaças, caracterizadas como abuso de autoridade, ocorreram porque Fausto revelou para todo Brasil que de Omar é investigado por desvio de recursos na Saúde do Amazonas.

O deputado citou a investigação feita pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal, que deu origem à Operação Maus Caminhos. A investigação apontou o senador como chefe da quadrilha que desviou mais de R$ 250 milhões da Saúde Pública.

Irritado com as revelações, o senador ameaçou o deputado estadual, numa tentativa de interromper a divulgação das denúncias, o que foi caracterizado como abuso de autoridade.

Fausto acusa também Omar de perseguir adversários e utilizar a CPI como instrumento para atender seus interesses políticos.

Agora, o deputado promete ingressar com uma ação junto ao STF, contra a direção da CPI.

Deixe um comentário