You are currently viewing ‘Foram muitas conquistas’, lembra Arthur Neto sobre recursos destinados para Rio Preto da Eva

‘Foram muitas conquistas’, lembra Arthur Neto sobre recursos destinados para Rio Preto da Eva

‘Foram muitas conquistas’, lembra Arthur Neto sobre recursos destinados para Rio Preto da Eva

Um belo café regional é um dos maiores deleites gastronômicos do amazonense e ainda movimenta a economia familiar e o microempreendedorismo. E como todo bom caboclo da região, o pré-candidato ao Senado pelo PSDB, Arthur Virgílio Neto, esteve neste sábado (23) no município de Rio Preto da Eva – a 80 quilômetros de Manaus – para desfrutar desse prazer, aliado ao encontro com mais de 100 lideranças comunitárias.

Anúncios

Recebido com grande entusiasmo, entre uma conversa e outra, Virgílio disse de sua grande alegria em poder retornar às suas caminhadas pelo interior do Estado, que foram interrompidas durante o período em que esteve como prefeito de Manaus.

“Fiquei muito surpreso, porque o café parou para me receber. Teve até uma garotinha que falou que eu era pop”, brincou o pré-candidato. “E eu quero dizer que pop é o povo de Rio Preto da Eva. Esse povo merece o melhor”, completou Arthur, que também percorreu boa parte do município caminhando, conversando com as pessoas e revisitando obras importantes, que foram viabilizadas por meio de recursos destinados por ele enquanto esteve no Congresso Nacional.

“A rodoviária, por exemplo, leva o nome do meu pai, o eterno senador Arthur Virgílio Filho. Foi uma homenagem que o prefeito da época resolveu fazer. Além da rodoviária, temos a feira, vários ramais, a tradicional orla e o balneário do Rio Preto da Eva, tudo realizado a partir de recursos que mandei ao município. Foram muitas conquistas”, lembrou Arthur.

Um dos líderes locais, que fez o convite a Arthur Neto para visitar a comunidade, foi Altemir Barroso. Ele falou sobre as preocupações com o futuro econômico do Estado. “O Amazonas está sem representatividade em Brasília, prova é a sucessão de decretos contra a Zona Franca de Manaus. Se está ruim para os trabalhadores da capital, imagine no interior. Nosso pleito é justamente esse, que se lute pelos empregos e por mais oportunidade para os amazonenses”, defendeu.

Roberval Santana, outra liderança local, listou alguns problemas enfrentados pela comunidade: falta de infraestrutura viária, iluminação pública e muito desemprego, sem falar na zona rural, apontou ele, destacando que a maior produção do município é a laranja, mas o escoamento precário prejudica a economia.

“Aqui é um lugar onde deve ser feito muito investimento em infraestrutura nos ramais, para que haja saída para a grande capacidade de produção”, concordou Arthur Virgílio Neto. Ele evidenciou também a enorme potencialidade turística de Rio Preto da Eva.

Morador da comunidade, Paulo Bráulio Pinto disse que acompanha a vida política de Arthur Neto há muito tempo. “É um político de respeito, de muita liderança. Foi assim como deputado federal, como senador, como prefeito. Ele tem liderança e luta pelo Brasil e, principalmente, pelo Amazonas”, afirmou orgulhoso.

Deixe um comentário