You are currently viewing Governo do Amazonas dá início a projeto que levará legislação de trânsito para escolas

Governo do Amazonas dá início a projeto que levará legislação de trânsito para escolas

Governo do Amazonas dá início a projeto que levará legislação de trânsito para escolas

Anúncios

O Governo do Amazonas, por meio do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) e da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, deu início, na manhã desta segunda-feira (21), ao projeto “CNH na Escola” com uma aula inaugural, no Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Áurea Pinheiro Braga. A iniciativa do Estado irá atender alunos do Ensino Médio da rede pública estadual oferecendo, de forma gratuita, aulas de legislação de trânsito.

Os beneficiados pelo projeto vão economizar R$ 500 no processo de obtenção da primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A “CNH na Escola” é uma das iniciativas que integram o programa Detran Cidadão.

De acordo com o diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá, o projeto abrevia o processo de habilitação e estimula que os estudantes sejam condutores mais preparados.

“Estamos muito felizes de estar aqui dando o pontapé inicial de um projeto pioneiro, inovador, um projeto de que existe regulamentação desde 2007 pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito) e nunca foi implementado por outro estado por razões técnicas, políticas. A gente conseguiu uma parceria estreita com a Secretaria de Educação, que tem sido uma secretaria de integração”, afirmou Rodrigo de Sá.

Ao longo da semana, outras quatro unidades de ensino vão dar início ao “CNH na Escola”, também de forma piloto. Além dos Cetis Gilberto Mestrinho, João dos Santos Braga e Áurea Braga, a Escola Estadual Alice Salerno e o Instituto de Educação do Amazonas (IEA) irão receber o projeto. As aulas serão ministradas pelos profissionais do Detran-AM.

Titular da Secretaria de Educação, Kuka Chaves destacou a parceria com o Departamento de Trânsito.

“O Governo do Amazonas, através do governador Wilson Lima, tem uma equipe muito coesa, parceira, e o nosso trabalho é sempre feito dessa forma. É uma união de esforços da equipe do Detran Amazonas, através de um programa maravilhoso, juntamente com a equipe da Secretaria de Educação. É um projeto pioneiro e arrojado, trazendo para os nossos alunos a oportunidade de conseguir já passar a primeira etapa sem ter o custo, através somente do que mais a gente pede dos nossos estudantes: que eles se dediquem”, afirmou.

Importância

Aluna da 2ª série do Ensino Médio, do Ceti Áurea Pinheiro Braga, Valéria Raissa falou sobre a importância do projeto para os estudantes da rede estadual.

“Acho importante a gente fazer essas aulas, porque muitos que acabaram de sair da escola não têm CNH e nem o dinheiro suficiente. Então, acho importante o Governo incluir isso para a gente como uma aula a mais, acrescentando e ajudando no nosso currículo”, explicou Valéria.

Também estudante do 2º ano, Cruz Alicia é venezuelana, do estado de Anzoátegui, e está há um ano e meio em Manaus. O Ceti Áurea Pinheiro Braga é uma das unidades de ensino do Amazonas que funcionam na modalidade bilíngue, Português-Espanhol.

“Eu não sou daqui, e no meu país nunca tive uma oportunidade de fazer isso. Eu, vindo para cá, para outro país, aprendo outra língua e também vou aprender a dirigir, a aula teórica. Depois, quando eu sair [da escola], vou fazer a outra aula e não vou precisar pagar a anterior. Para mim, é um privilégio”, disse Cruz.

Sobre o projeto

O “CNH na Escola” é coordenado pelo Detran-AM, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto. Os alunos que se interessarem em ingressar no projeto terão aulas de legislação de trânsito com uma carga horária maior que nas autoescolas, ministradas ao longo dos 2º e 3º anos do Ensino Médio.

Ao final, se esse aluno já possuir 18 anos e tiver concluído o projeto “CNH na Escola”, já poderá procurar o Detran-AM para realizar a prova teórica. Se aprovado, está apto a se matricular em uma autoescola para realizar a parte prática de direção do curso de formação de condutor.

O projeto faz parte da Escola Pública de Trânsito do Amazonas (Eptran) e do programa “Detran Cidadão”, lançado em 2021 pelo governador Wilson Lima. O programa deve alcançar mais de 300 mil pessoas de baixa renda, até 2023, com benefícios como a emissão gratuita da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e a isenção de taxas para cursos do órgão voltados a mototaxistas e motofretistas. Por meio do programa, também serão entregues 40 mil capacetes e coletes.

‘Educar para o Trânsito’

Além do “CNH na Escola”, Detran e Secretaria de Educação vão implantar em escolas estaduais de Ensino Fundamental selecionadas o projeto “Educar para o Trânsito”. Os temas de educação de trânsito serão abordados dentro das disciplinas já ministradas. O Detran-AM vai capacitar professores da rede estadual de ensino fundamental para ministrar esse conteúdo.

Cinco escolas participam do projeto, também de forma piloto. São elas: as escolas estaduais Irmã Gabrielle Cogels, no bairro Puraquequara; Áurea Braga, no Gilberto Mestrinho; Antônio Maurity, no Coroado; e Manuel Rodrigues, no Armando Mendes; além do Ceti Elisa Bessa, no Jorge Teixeira. Todas as unidades ficam situadas na zona leste de Manaus.

Deixe um comentário