Governo do Amazonas divulga protocolo sanitário para jogo Brasil x Uruguai

Governo do Amazonas divulga protocolo sanitário para jogo Brasil x Uruguai

Governo do Amazonas divulga protocolo sanitário para jogo Brasil x Uruguai

O Governo do Amazonas divulgou, nesta terça-feira (05), as regras sanitárias e de prevenção à Covid-19 para a partida de futebol entre Brasil e Uruguai. O jogo das Eliminatórias da Copa do Mundo 2022 será no próximo dia 14, na Arena da Amazônia, em Manaus.

Anúncios

Para garantir a compra do ingresso e acessar o estádio, o torcedor terá que estar com o esquema vacinal completo, com duas doses ou dose única para quem tomou o imunizante da Janssen. A segunda dose precisa ter sido aplicada, pelo menos, 15 dias antes do dia do jogo. O torcedor tem que comprovar o esquema vacinal no momento da aquisição do ingresso pela internet.

A mesma regra valerá para os contemplados na Campanha “Vacina Premiada”, lançada pelo Governo do Amazonas, que vai sortear três mil ingressos do jogo.

Segundo o Secretário de Estado de Saúde, Dr. Anoar Samad, além de ser uma medida de segurança, a exigência da vacina em eventos é um estímulo para a população se vacinar, assim como a campanha “Vacina Premiada”.

“Isso é muito importante para estimular, inclusive, as pessoas a se imunizarem. Quando a gente fala em dose única, lembrem-se que é a dose da Janssen, único imunizante preconizado como dose única. Todos os outros são para duas doses”, destacou o médico, durante a live do governador Wilson Lima nesta terça-feira, direto da Arena da Amazônia, para anunciar a Campanha “Vacina Premiada”.

Ele explicou que se a pessoa tiver tomado a segunda dose há mais de 15 dias já está apta a assistir ao jogo na Arena. Mas, se o intervalo entre as duas doses for menor que esse prazo, a pessoa terá que fazer o teste para detecção de Covid-19.

“Aqueles do Vacina Premiada que, porventura, tomarem o imunizante com um intervalo inferior a 15 dias da segunda dose até o jogo, nós testaremos 48 horas antes. Já para quem comprou o ingresso e estiver com a 2ª dose com o intervalo inferior a 15 dias, estes deverão apresentar por conta própria o teste realizado 48 horas antes do jogo”, explicou.

Protocolo sanitário – Assinado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) e a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) o protocolo com as regras sanitárias para o jogo está publicado no site da FVS-RCP e pode ser acessado no link: https://www.fvs.am.gov.br/media/publicacao/protocolo_de_saude_para_a_realizacao_do_Jogo_brasil_x_uruguai.pdf.

O documento dispõe sobre as normas relacionadas à comercialização dos ingressos, a entrada e saída de público e trabalhadores, preparação do espaço e processos e funcionamento no dia do jogo. O protocolo também dispõe do monitoramento dos participantes da partida de futebol durante os 14 dias seguintes ao jogo.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, informa que os sorteados com vacinação da segunda dose inferior a 15 dias antes do jogo passarão por triagem de saúde 48 horas antes do jogo e realizarão o teste rápido de antígeno ou RT-PCR. Ainda segundo ela, todos os envolvidos na organização e realização do evento serão monitorados por meio de telemonitoramento, durante 14 dias, após a realização do jogo. Esse monitoramento será realizado pela SES-AM/FVS-RCP e Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa/Manaus).

O acompanhamento e análise de dados serão realizados a partir do banco de dados gerado no cadastro da bilheteria que será repassado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), organizadora do evento.

Durante o monitoramento pós-evento, quem apresentar sintomas sugestivos de Covid-19 deverá informar imediatamente à FVS-RCP e à Semsa/Manaus e buscar atendimento médico. São considerados sintomas gripais suspeitos: dor de garganta, coriza, perda da sensibilidade do olfato e do paladar, diarréia, dor abdominal, febre, calafrios, dor muscular, cansaço e dor de cabeça.

Prevenção – Tatyana Amorim destaca que, além da adesão à campanha de vacinação contra Covid-19, todos os participantes e trabalhadores vão seguir as medidas de prevenção à Covid-19.

“O uso correto de máscara de proteção respiratória é obrigatório para todos, o que inclui torcedores, trabalhadores, comissões técnicas, quem está na arquibancada ou nos camarotes e os jogadores quando estiverem fora do campo”, detalha Tatyana.

Nas arquibancadas, só será permitido o consumo de alimentos industrializados. Os torcedores receberão recipiente com álcool em gel a 70% para que possam higienizar as mãos sem necessidade de deslocamento do assento.

Deixe um comentário