Você está visualizando atualmente Governo do Amazonas participa de reunião do ConCidades, em Brasília

Governo do Amazonas participa de reunião do ConCidades, em Brasília

Governo do Amazonas participa de reunião do ConCidades, em Brasília

O Governo do Amazonas, representado pelo secretário da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), Marcellus Campêlo, participa da 51ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional das Cidades (ConCidades), em Brasília. O evento, que começou nesta quarta-feira (31) e segue até sexta-feira (02), tem o objetivo de discutir avanços nas políticas de desenvolvimento urbano dos municípios.

Presidido pelo ministro das Cidades, Jader Filho, o ConCidades reúne representantes dos poderes públicos federal, estadual e municipal, e de movimentos sociais, assim como entidades da sociedade civil organizada e da área empresarial. A função do conselho é tratar de temas como habitação, periferia, saneamento básico, mobilidade urbana, drenagem, resíduos sólidos e planos diretores, visando ao desenvolvimento das cidades brasileiras.

Além das reuniões dos Comitês Técnicos que formam o ConCidades, o evento conta com debate sobre Planejamento e Orçamento do Ministério das Cidades e a organização e preparação da 6ª Conferência Nacional das Cidades, que será realizada em 2024.

“Essa reunião vai trabalhar basicamente a organização do Concidades, nessa retomada, após cinco anos parado. Vamos aprovar as atas da última reunião e também o calendário do Conselho para esse ano. Em uma segunda etapa, vamos tratar da preparação da 6ª Conferência Nacional das Cidades, e eleger os delegados que irão participar desse evento, representando seus estados”, explica o secretário da UGPE, Marcellus Campêlo, indicado pelo governador Wilson Lima para integrar o Comitê Técnico de Saneamento Ambiental do ConCidades.

Sobre o ConCidades

O ConCidades é um órgão colegiado de caráter deliberativo e consultivo, integrante da estrutura do Ministério das Cidades. Desempenha um papel importante como instrumento de gestão democrática da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano (PNDU), e viabiliza a discussão contínua em torno das políticas urbanas, levando em consideração a autonomia e as particularidades dos diferentes setores envolvidos.

Deixe um comentário