Você está visualizando atualmente Governo do Amazonas recebe mais 94 brigadistas do Ibama para apoiar no combate às queimadas

Governo do Amazonas recebe mais 94 brigadistas do Ibama para apoiar no combate às queimadas

Governo do Amazonas recebe mais 94 brigadistas do Ibama para apoiar no combate às queimadas

O Governo do Amazonas começou a receber, neste domingo (15), mais equipes de brigadistas do Prevfogo, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A chegada de 94 servidores vai reforçar o combate às queimadas na Região Metropolitana de Manaus (RMM). 

Ao todo, 59 brigadistas, do Distrito Federal, Goiás e Rio de Janeiro, chegaram na capital no final da tarde, na Base Aérea, zona sul da capital. Outros 35, vindos de Rondônia, chegaram por via terrestre. O envio das equipes ocorre em atenção ao pedido feito pelo governador Wilson Lima, na quarta-feira (11/10), e se soma a outras ajudas já enviadas pelo Ministério do Meio Ambiente e Mudança Climática, a pedido do Governo do Estado. 

É o que destaca o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira. “A gente sabe que grande parte desses incêndios são criminosos, e a força das operações nesse momento, um trabalho em conjunto de múltiplos órgãos ambientais, é fundamental”, ressaltou.

Os servidores vão seguir para o município de Careiro (a 88 quilômetros da capital), de onde serão remanejados para o atendimento das ocorrências, em especial, em municípios próximos à capital. A RMM também é alvo de uma força-tarefa específica, deflagrada pelo Governo do Estado desde o dia 11 de outubro, com foco em Autazes (a 113 quilômetros de Manaus).

“Entramos em outubro com uma ação muito mais forte, destacando a região metropolitana, com quase 70 pessoas, mais de dez veículos atuando de maneira simultânea. Tivemos os resultados divulgados da Secretaria de Segurança Pública (SSP), que registrou mais de 60 pessoas autuadas por crimes ambientais, além dos equipamentos apreendidos,” afirmou Taveira.

Desde o reforço nas últimas operações, o Amazonas registrou reduções nos focos de calor na Região Metropolitana. Do dia 8 ao dia 10 de outubro foram 415 focos e, a partir do dia 11, quando as ações foram reforçadas, até este sábado (14/10), o número de focos caiu para 28. A proposta para a vinda do Prevfogo é auxiliar as equipes do Corpo de Bombeiros, que já contam com brigadistas contratados pela Sema atuando no Sul do Estado, além dos efetivos da capital e interior. 

“Nós migramos de acordo com a demanda de incêndios. Semana passada estávamos na região de Cacau Pirera, em Iranduba (a 20 quilômetros de Manaus), e agora a maior parte dos incêndios estão sendo na região de Autazes, Manaquiri, no entorno da BR-319. Temos 10 unidades no interior que estão atuando em regime de prontidão neste período de estiagem,” declarou o comandante do Corpo de Bombeiros do Interior (CBI), Tenente Coronel Monteiro.

Com os novos profissionais, chega a 289 o número de brigadistas do Prevfogo disponibilizados para reforçar as ações de combate no Amazonas. O efetivo soma-se a outros quase 600 servidores envolvidos nas ações do Estado, entre bombeiros, brigadistas, policiais e agentes federais, divididos nas Operações Tamoiotatá 3, Aceiro e Céu Limpo.

Segundo a chefe de comunicação do Ibama, Daiane Cortes, o Governo Federal está trabalhando no Amazonas por meio de monitoramento via satélite e drones. “Todas as equipes têm drones para localizar os pontos mais fortes de incêndios florestais, e a equipe do Ibama e ICMBio, numa reunião diária, estuda as imagens. O Prevfogo, a partir daí, é deslocado para esses pontos mais perigosos, para atuar nas áreas com maior necessidade,” explicou.

Além do efetivo, o Ibama também enviou mais de 2 mil itens para apoiar o combate aos incêndios no Amazonas, como Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), cantis, facões, lanternas, pinga-fogo, abafadores, entre outros. Parte do material será entregue para apoiar o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) nas ações em curso.

Deixe um comentário