You are currently viewing Heineken anuncia fim de produção na ZFM após redução de IPI

Heineken anuncia fim de produção na ZFM após redução de IPI

Heineken anuncia fim de produção na ZFM após redução de IPI

Anúncios

O polo industrial da Zona Franca de Manaus (ZFM) começa a sentir os efeitos das decisões  do governo Bolsonaro. Nesta sexta (4), a empresa multinacional de bebidas Heineken anunciou sua saída. Unidade produtiva de concentrados para refrigerantes deixa o Amazonas e vai se instalar em São Paulo.

Conforme comunicado ao mercado, a empresa optou pelas vantagens logísticas de ficar mais perto de onde já produz refrigerantes, na cidade de Itu.

Dessa maneira, a Heineken fez as contas e não viu sentido continuar na ZFM com a retirada de suas vantagens tributárias comparativas. Assim sendo, a empresa vai otimizar a produção, aumentar a eficiência de toda a cadeia envolvida nesse processo, além de acelerar a chegada dos produtos aos pontos de venda, principalmente.

Na unidade da ZFM eram empregados, diretamente, 18 trabalhadores.

Desvantagens competitivas

Embora não confirme que sua saída tenha a ver com o decreto do governo federal que reduz em 25% o IPI dos setores produtivos, incluindo os xaropes de refrigerantes (a alíquota de IPI era de 8% antes do corte), a gigante multinacional é a primeira a abandonar a ZFM.

Quem produz na ZFM está isento do imposto, e o corte do IPI significa redução de competitividade para as empresas.

Deixe um comentário