Você está visualizando atualmente Helicóptero do Ibama é incendiado em Manaus

Helicóptero do Ibama é incendiado em Manaus

Helicóptero do Ibama é incendiado em Manaus

Um helicóptero foi incendiado durante um ataque, quando estava estacionado no Aeroclube de Manaus, Zona Centro-Sul. Policiais militarem informaram que foram acionados para a ocorrência na manhã desta segunda-feira (24).

A aeronave é utilizada em operações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

As chamas destruíram completamente a parte frontal da aeronave. A hélice também ficou parcialmente destruída.

O Corpo de Bombeiros informou que foi acionado por volta de 4h20, e deslocou equipes para o combate às chamas. Foi informado para a equipe que dois homens invadiram o aeroclube e atearam fogo no helicóptero.

As autoridades tratam o caso como incêndio criminoso. Nas primeiras horas da manhã, agentes da 12ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados ao local.

A Secretaria de Segurança do Pública do Amazonas (SSP-AM) informou que está prestando total apoio para a Polícia Federal (PF-AM), responsável pelas investigações.

O que diz o Ibama

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) informou, em nota, que, assim que tomou conhecimento do fato, na manhã desta segunda-feira (24), enviou uma equipe ao local para verificar a situação, onde foi constatado a tentativa de incêndio em duas aeronaves, acionando imediatamente a Polícia Federal.

Em nota, o governo federal disse que “repudia qualquer ação contra a estrutura de combate aos crimes ambientais”, citando o ataque contra as aeronaves do Ibama. O teto informa ainda que a Polícia Federal foi acionada imediatamente após o conhecimento dos fatos e que “o Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Força Nacional; e o Ministério do Meio Ambiente, por meio do Ibama e ICMBio, continuarão atuando de forma contundente contra os crimes na região da Amazônia”.

Fonte: G1 Amazonas

Deixe um comentário