Você está visualizando atualmente IMMU apresenta Plano Plurianual 2024/2025 e LOA 2024 com novas ações e investimentos para Manaus

IMMU apresenta Plano Plurianual 2024/2025 e LOA 2024 com novas ações e investimentos para Manaus

IMMU apresenta Plano Plurianual 2024/2025 e LOA 2024 com novas ações e investimentos para Manaus

Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), apresentou, nesta sexta-feira (28), o Plano Plurianual 2024/2025 e a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2024, voltados para a mobilidade urbana na cidade. As projeções incluem iniciativas para o trânsito, transporte e infraestrutura, buscando proporcionar melhorias significativas para a população.

O diretor de Engenharia e Educação no Trânsito do IMMU, Uarodi Guedes, explicou que essa audiência pública é, por lei, obrigatória e serve como prestação de contas à sociedade das atividades que foram realizadas nos últimos anos e os futuros projetos que serão implementados na cidade.

“Essa audiência pública que trata do Plano Plurianual 2024/2025 e da Lei de Diretrizes Orçamentária de 2024 é uma exigência da lei e a prefeitura todo ano apresenta esses dados para expor as metas e o que foi feito nos anos anteriores. Então, essa audiência serve como prestação de contas das atividades de cada secretaria ou instituto e as metas a serem alcançadas nos próximos anos”, explicou Guedes.

No que se refere ao trânsito, a estimativa para 2024 prevê a conservação do sistema viário, incluindo a implementação de 220 rampas de acessibilidade e 200 atividades de educação para a mobilidade urbana. Há ainda planos para a implantação ou revitalização de 10 quilômetros de ciclorrotas e ciclofaixas, além da sinalização horizontal de trânsito de 110.000 metros quadrados.

Outro ponto de destaque é a ampliação da sinalização semafórica, com a instalação de 240 grupos focais veiculares, cem grupos focais pedestres e 120 botoeiras para pedestres. Serão acrescentados também 50 pontos de semáforo inteligente, sendo 30 atualizações em locais já existentes e 20 novos. A cidade contará ainda com a implementação de 20 locais com barras de LED e a instalação de 1.800 placas de regulamentação e advertência, além de 500 metros quadrados de placas de orientação.

No setor de transporte, ações planejadas para 2024 incluem a implementação do Terminal de Integração Torquato Tapajós (T7), a readequação do Terminal de Integração Urbano-Rodoviário (T6) e a revisão do plano de mobilidade. Há ainda a previsão de implantação de faixas preferenciais nos principais corredores de tráfego, a requalificação de pontos de parada e a padronização de plataformas.

Outras metas incluem a instalação de sistemas de informação virtual e sonora nas estações e terminais de integração, a integração do transporte urbano com a zona rural e a implementação de um número 0800 para aproximar o relacionamento entre usuários do sistema e o IMMU.

Estão planejados também a instalação de sinalização vertical em 961 pontos de parada, a realização de manutenção preventiva e corretiva das placas de sinalização e dos abrigos, terminais de bairro, a manutenção de um cadastro atualizado dos pontos de parada georreferenciados, e a descentralização do atendimento às pessoas com deficiências e/ou patologias crônicas.

Além disso, espera-se implantar 25 abrigos para os usuários de transporte, ampliar o serviço “Transporta”, programa voltado a usuários de cadeira de rodas e/ou com alto grau de mobilidade reduzida, e investir em talonário eletrônico de multa, para maior eficiência e eficácia nas atividades de fiscalização de transporte.

Outras iniciativas incluem a inicialização da fiscalização inteligente por meio de tecnologias instaladas no Centro de Cooperação da Cidade (CCC), para mapear e combater de forma eficiente o transporte clandestino e irregularidades, além da elaboração de convênios com o Detran e a Sefaz, facilitando as emissões de certidões on-line, reduzindo o tempo de espera do usuário e diminuindo o tempo de tramitação e análise dos processos para emissão de certidões, isenções, vistorias e transferência nos modais.

Estas propostas, parte do Plano Plurianual 2024/2025 e da LOA 2024, refletem o compromisso do IMMU em proporcionar uma melhor experiência de mobilidade urbana para os cidadãos de Manaus, sempre com foco na segurança, acessibilidade e eficiência do sistema.

Deixe um comentário