Isolamento social no Amazonas cai para 47%

Isolamento social no Amazonas cai para 47%

Isolamento social no Amazonas cai para 47%

Após reabertura do comércio e retomada de alguns serviços não essenciais em Manaus, o índice de isolamento social do Amazonas caiu para 41,7%. Um dos piores índices durante pandemia da covid-19 no estado.

Anúncios

Nos dois primeiros dos dias das medidas da flexibilização das medidas de isolamento social houve aglomerações no Centro da capital e em áreas comerciais de bairros.

A situação pode favorecer propagação do novo coronavírus e gerar novos surtos da covid-19, preveem pesquisadores.

A retomada gerou euforia nos consumidores que foram em massa para lojas do Centro de Manaus e de bairros. Demonstrando falta de consciência da população sobre o distanciamento social.

Recomendações da OMS

O índice de isolamento social do Amazonas está bem abaixo das recomendações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS), que consideram índice ideal seja entre 60% e 70%. O isolamento social continua sendo a principal medida para conter o avanço do novo coronavírus.

Pesquisas

Análises realizadas pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), demostraram que tanto o isolamento social propiciado pelo fechamento do comércio, quanto a interrupção dos transportes intermunicipal e interestadual contribuíram para a redução dos casos e óbitos em Manaus.

Os pesquisadores afirmam que a reabertura dos comércios, igrejas e templos pelo Estado e a retomada dos transportes intermunicipais e interestaduais, aumentarão novamente o número de infectados e óbitos pela doença.

Cautela

Nessa terça-feira, a Organização Pan Americana da Saúde (Opas) alertou que os países devem ser muito cuidadosos ao começar a flexibilizar as medidas de isolamento e que uma segunda onda de contágios pelo novo coronavírus (covid-19) pode levar à perda dos esforços feitos até o momento.

Deixe um comentário