Juíza Federal determina envio de doses de vacina para trabalhadores da Educação

Juíza Federal determina envio de doses de vacina para trabalhadores da Educação

Juíza Federal determina envio de doses de vacina para trabalhadores da Educação

A juíza federal Jaiza Fraxe, da 1ª Vara Federal do Estado, atendeu nesta quarta-feira (12) a um pedido da Procuradoria Geral do Município de Manaus e determinou que Estado do Amazonas e a União Federal providenciem 40 mil doses de vacina contra a Covid-19 para atender a professores da rede pública da capital, para que eles possam retornar às salas de aula em Manaus.

Anúncios

Na decisão, a magistrada ressalta que a imunização pode subsidiar o retorno às aulas presenciais e, com isso, milhares de crianças em situação de vulnerabilidade social poderão ser melhor acompanhadas pelo poder público.

“Para além dos riscos temos dados oficiais informando a existência de cerca de 30 mil crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade em residências, aguardando o retorno às aulas, para voltarem a ter ao menos duas refeições ao dia, além de esporte e orientação pedagógica, de modo a se afastarem também de situações de violência e formas de violação de direitos”, diz a magistrada.

O prefeito David Almeida comemorou a decisão e ressaltou que havia determinado às secretarias municipais de Educação e Saúde um trabalhando em conjunto para atuação em várias frentes para antecipar a vacinação aos trabalhadores da educação.

“No dia 14 de abril revelei a todos que a prefeitura solicitou, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), uma autorização junto à Justiça Federal para iniciar a imunização de professores da rede municipal de ensino. Hoje temos essa decisão favorável e não vamos medir esforços quando essas vacinas chegarem, para fazer um grande vacinaço”, disse o prefeito.

O gestor da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Pauderney Avelino, ressaltou o trabalho do prefeito David Almeida, da Semed e Semsa, para antecipar a vacinação da categoria.

“Estivemos em Brasília, conversamos com o ministro da Saúde e sua equipe, também ingressamos na Justiça fazendo esse pedido. Pensamos em um retorno seguro com aulas híbridas com todos os nossos professores vacinados. Essa é uma de nossas prioridades, garantir a segurança no retorno híbrido”, afirmou.

Desde a semana passada, os profissionais da Semed, da rede estadual e privada, podem realizar cadastro no site “Imuniza Manaus” (https://imuniza.manaus.am.gov.br/).

Na rede municipal, mais de cinco mil profissionais já foram imunizados. Aproximadamente 2.500 pelo estudo “CovacManaus” e 2.521 pelo cronograma de vacinação da prefeitura, pelos critérios de idade ou comorbidade.

Confira a decisão

Decisão

Deixe um comentário