Marcelo Amil mantém-se na esquerda e anuncia filiação ao Psol

Marcelo Amil mantém-se na esquerda e anuncia filiação ao Psol

Marcelo Amil mantém-se na esquerda e anuncia filiação ao Psol

Marcelo Amil, que foi candidato à Prefeitura de Manaus na última eleição, anunciou a sua filiação ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). O anúncio oficial ocorreu na tarde desta quinta-feira (23), na sede do Atlético Rio Negro, no Centro de Manaus. O advogado se mantém no campo da esquerda após sair do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), em julho deste ano.

Anúncios

“O Psol se manteve firme sobre tudo que ele acredita e o que ele representa. Eu tenho acompanhado ao longo dos anos e, em 2020, eu cheguei a ter muitas conversas com militantes da sigla, visando me aproximar mais do partido, e agora as coisas convergiram. Conversei com todas as correntes e todos entendemos que havia um perfil comum entre nós. Então, em uma conversa mais recente, entendemos que eu poderia me filiar ao Psol”, destacou Amil.

A coletiva de imprensa para o anúncio do novo filiado contou com a presença do presidente municipal do Psol, Jefferson William, e da ex-candidata a vice-prefeita de Manaus em 2020, Marklize Siqueira, que aproveitou para comentar o novo momento do partido conforme o projeto para a eleição do ano que vem.

“Hoje foi um dia importante para a esquerda amazonense. O Marcelo Amil consolida a sua entrada com a filiação no Psol e isso representa a possibilidade de construirmos um processo em que o partido fortaleça as suas bases, a sua militância e construa um programa que contemple as necessidades da população amazonense. Um programa forte e com capacidade para disputar a eleição em 2022”

O ponto alto da reunião foi o comunicado do presidente nacional do diretório nacional, Juliano Medeiros, por meio de um vídeo.

“Quero dar as boas vindas ao companheiro, Marcelo Amil, e todos aqueles que com ele se somam ao nosso partido. O Psol é o partido que mais cresce no Brasil e isso acontece porque, diferente da maioria dos partidos brasileiros, o nosso busca por gente de luta, por gente coerente e comprometida com a transformação social. Essa é uma luta contra o governo genocida do Jair Bolsonaro. O Psol tem sido um porto para todos aqueles que querem apostar na renovação da esquerda”, destacou Juliano Medeiros.

“No Psol não há estrelas, ele preza pela coletividade e nós estamos chegando para construir coletivamente. A recepção foi a melhor possível e fico muito honrado em receber um vídeo de saudação do presidente nacional do partido”, declarou Amil.

Eleição 2022

Sobre o futuro político dentro da nova sigla, Marcelo Amil não escondeu que deseja participar de uma campanha majoritária no ano que vem.

“A minha disposição é disputar cargo majoritário. Eu nunca escondi de ninguém que eu gostaria de ser candidato a governador do Amazonas. Eu tenho projetos em discussão para apresentar à sociedade. Eu tive um excelente desempenho dentro do PCdoB na eleição de 2020 e eu entendo que como candidato a governador posso contribuir com esse novo momento que vive o Psol. Agora, como eu sempre fiz na minha vida, vai ser uma decisão coletiva. Não é uma decisão que eu tomarei sozinho, nós vamos respeitar a decisão do partido”, afirmou Marcelo Amil, que pretende se colocar à disposição para uma possível pré-candidatura.

Trajetória política

No ano passado, Marcelo Amil teve uma campanha robusta, que apresentou crescimento positivo à sigla ao qual era filiado. O candidato teve o menor custo por voto entre as candidaturas e a votação esteve dentro da média do partido.

Em sua trajetória política, Marcelo Amil passou pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN), onde assumiu o cargo de presidente estadual. Ele saiu da sigla no início de 2020, a tempo de participar da disputa eleitoral à Prefeitura de Manaus pelo PCdoB.

Deixe um comentário