Marcelo Ramos diz que orçamento não é mais da economia e sim da política

Marcelo Ramos diz que orçamento não é mais da economia e sim da política

Marcelo Ramos diz que orçamento não é mais da economia e sim da política

Após o presidente Jair Bolsonaro (PL) editar, nesta quinta-feira (13), um decreto que dá mais poder à Casa Civil comandada por Ciro Nogueira na execução do Orçamento – diminuindo a autonomia do ministro da economia, Paulo Guedes – o vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (sem partido) disse em sua rede social que o “orçamento não pertence mais a economia e sim da política”.

Anúncios

“Com o Decreto de hoje o presidente colocou Ciro Nogueira de bedel do Paulo Guedes. O orçamento não pertence mais a economia, definitivamente é da política”, escreveu o parlamentar.

Marcelo ainda aproveitou para criticar a gestão de Bolsonaro e afirmou que a decisão poderia ter um lado bom, se tivéssemos um governo comprometido com questões como geração de empregos e combate à miséria.

“Isso poderia até ter um lado bom se tivéssemos um governo comprometido com a indústria, os empregos e o combate à miséria”, destacou Ramos.

O decreto editado estabelece que a pasta de Ciro Nogueira terá que dar autorização para algumas ações de abertura ou remanejamento de despesas.

Deixe um comentário