Marcelo Ramos é contra votação virtual para presidência da Câmara dos Deputados

Marcelo Ramos é contra votação virtual para presidência da Câmara dos Deputados

Marcelo Ramos é contra votação virtual para presidência da Câmara dos Deputados

A eleição para definir o sucessor do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em 1° de fevereiro, pode ocorrer de forma virtual em razão da pandemia da Covid-19.

Anúncios

O deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM), indicado a ocupar a 1ª vice-liderança da presidência da Câmara dos Deputados na chapa de Arthur Lira (PP-AL), é contra a eventual mudança no sistema de votação.

“Fizemos eleições gerais presenciais com 148 milhões de eleitores habilitados, não se justifica que a eleição da câmara seja virtual para 513 eleitores. Ademais, qualquer alteração de uma regra regimental depende de aprovação de Projeto de Resolução”, declarou Ramos.

Ao todo, 513 deputados votam na eleição para decidir quem comandará a Câmara no biênio 2021-2022.

Outra possibilidade é que a eleição ocorra em um modelo misto, com pessoas do grupo de risco para Covid-19, como idosos, votariam de forma remota.

Deixe um comentário