Marcelo Ramos faz balanço de 100 dias na vice-presidência da Câmara

Marcelo Ramos faz balanço de 100 dias na vice-presidência da Câmara

Marcelo Ramos faz balanço de 100 dias na vice-presidência da Câmara

Após ultrapassar os cem dias de sua eleição à 1ª vice-presidência da Câmara Federal, o deputado amazonense Marcelo Ramos (PL) distribuiu prestação de contas à imprensa, em que detalha algumas de suas ações que buscaram amenizar os efeitos da pandemia no Amazonas e no país.

Anúncios

“O desafio foi tentar fazer da minha voz instrumento de transformação na vida das pessoas. E nesse momento grave, defini como prioridade absoluta a garantia de vacina no braço e comida no prato dos amazonenses e dos brasileiros”, disse Ramos, acrescentando que destinou 100% de suas emendas parlamentares para a saúde pública do Amazonas.

Numa mobilização junto à iniciativa privada, o deputado federal Marcelo Ramos liderou a captação de doações de insumos, como cilindros de oxigênio, e destinou recursos de suas emendas parlamentares para a aquisição de usinas de oxigênio, a exemplo das que funcionam nos municípios de Parintins, Manacapuru e Careiro da Várzea.

Além de ajudar na aprovação da lei que liberou recursos para vacinas e criou o auxílio emergencial, Ramos presidiu a sessão que aprovou o Programa de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, o Pronampe. Sua equipe está distribuindo doações de cestas básicas, que já beneficiaram para mais de 1.400 famílias nos 62 municípios do Amazonas.

“Os percalços foram muitos, mas a honraria de servir aos amazonenses e aos brasileiros faz todas lutas valerem a pena”, avalia Marcelo Ramos, primeiro amazonense a assumir o segundo cargo mais importante da Câmara, que acumula ainda com a vice-presidência do Congresso Nacional.

Defesa permanente da ZFM

Para assegurar a sobrevivência do modelo e a competitividade da Zona Franca de Manaus, o vice-presidente avalia que a vigilância tem de ser permanente. “Assim como outras ações para garantir comida no prato da população que sofre os efeitos sociais da pandemia, sigo na luta por manter o que já temos de atividade produtiva no Amazonas, cujo pilar é o nosso Polo Industrial de Manaus.

Deixe um comentário