Menezes: ‘Wilson Lima age de forma pequena e rasteira’

Menezes: ‘Wilson Lima age de forma pequena e rasteira’

Menezes: ‘Wilson Lima age de forma pequena e rasteira’

Através de um vídeo publicado nas redes sociais o delegado Costa e Silva, que foi candidato a vice-prefeito em chapa com Coronel Menezes denunciou que estaria sendo vítima de perseguição política dentro da Polícia Civil e que entrará na Justiça do Amazonas para garantir o direito de permanecer lotado em alguma delegacia na capital amazonense.

Anúncios

O ex-candidato a vice afirmou que logo após as eleições se apresentou na Polícia Civil e foi informado sobre uma portaria que o encaminharia para a delegacia do município de Lábrea.

Os demais delegados que concorreram nas eleições ficaram lotados na capital Manaus.

Porões da política 

Coronel Menezes se manifestou nas redes sociais sobre a tentativa, segundo ele, do governador Wilson Lima, de remover o delegado Costa e Silva para o município de Lábrea.

“Wilson age de forma pequena e rasteira” disse.

“O governador Wilson Lima continua atuando nos porões da nossa política. Costa e Silva, meu candidato a vice-prefeito, está sendo covardemente perseguido, pelo simples fato de ter concorrido de forma corajosa em uma chapa independente no pleito de 2020”, afirmou o Coronel.

Menezes explica que a gestão desconsiderou todos os aspectos legais em “tal ato”, desprezando a ordem de classificação do concurso e a antiguidade na carreira policial.

“Isso demonstra apenas o seu tamanho nanico, colocando-o em uma situação ainda mais fechatoria perante a opinião pública. Estarei agora exercendo como cidadão o meu papel fiscalizador de todos os atos do seu nanico governo, o Amazonas merece mais” afirmou Menezes.

Deixe um comentário