Ministério Público aciona Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado para investigar atentados no AM

Ministério Público aciona Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado para investigar atentados no AM

Ministério Público aciona Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado para investigar atentados no AM

Nesta segunda-feira (7) o Procurador-Geral de Justiça do Amazonas, Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior, torna público que, diante dos eventos registrados em Manaus e no interior na madrugada do dia (06), determinou ao Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (GAECO) a apuração exaustiva dos fatos, visando a identificação do contexto, dinâmica e motivação envolvidos nas práticas e antecedentes dos recentes ataques ocorridos no Estado do Amazonas.

Anúncios

Segundo o procurador, o Ministério Público do Amazonas (MPAM), está atuando a partir das primeiras investidas criminosas.

“A apuração dos fatos segue com o máximo de amplitude e assiduidade. Contamos com apoio da população e de cada cidadão amazonense”, disse Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior.

O procurador-geral ainda acrescentou:

“O MPAM está à disposição por intermédio dos seus canais de denúncia, tanto pelo site ou pelo 0800 092 0500. Todas a denúncias, por ventura cheguem, vão ser apuradas se forma sigilosa pelo grupo de atuação especializada”, finalizou o procurador-geral.

O MPAM, informou que as investigações correm sob sigilo e, tão logo seja possível, assegurada a eficiência das diligências, haverá a devida publicidade, que vigora como regra para os atos do Poder Público, dando-se a devida transparência e retorno para a sociedade.

 

Deixe um comentário