Você está visualizando atualmente Ministros vão prestar esclarecimentos sobre BR-319 ao Senado

Ministros vão prestar esclarecimentos sobre BR-319 ao Senado

De forma inédita, a Comissão de Infraestrutura do Senado convocou três ministros para prestarem esclarecimentos sobre as obras de manutenção, conservação e recuperação da BR-319, bem como, as questões relacionadas aos estudos de impacto ambiental necessários para as ações no local. O chamado foi feito pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

Torquato Jardim, ministro da Justiça, Edson Duarte, do Meio Ambiente e Herbert Drummond, ministro-interino dos Transportes foram os nomes convocados pela senadora para falar sobre um dos projetos mais importantes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A reunião que determinou essa ação aconteceu na última terça-feira (28), no plenário da Comissão.

A senadora Vanessa destaca o ineditismo da ação, visto que é a primeira vez que conseguem reunir os principais ministérios do PAC no Senado “para ver se as partes que estão em conflito conseguem chegar a um bom termo, pelo bem não só da população do Sul do Amazonas e do Norte de Rondônia, diretamente interessadas nisso, mas da própria integração nacional, que deu grandes passos atrás por falta de vontade política das autoridades do Executivo, até, pelo menos, a criação do PAC, feita pelo presidente Lula”.

Segundo o artigo 50 da Constituição Federal, o ministro que se ausentar – sem justificativa plausível – pode responder por crime de responsabilidade e terem seus cargos suspensos pelo Senado. O crime ainda prevê a inabilitação, por até cinco anos, para o exercício de quaisquer funções públicas.

Histórico
Denominada Álvaro Maia, a BR-319 foi inaugurada em 1976 e rapidamente desempenhou um grande papel na integração rodoviária entre o Amazonas e as regiões Norte e Centro-Oeste e Sudeste.

Por volta de 1988, por iniciativa da empresa que a explorava, a rodovia foi fechada, com prejuízo não só nas pontas que a estrada como de todas as comunidades que se desenvolveram ao largo da estrada.

Em 2007, a recuperação da BR-319 foi incluída como um dos principais projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do presidente Lula.

Aguardada com ansiedade pela população do Amazonas e do Tocantins, a conclusão das obras foi atropelada por entraves entre órgãos do meio ambiente e do transporte, que chegaram a ser judicializados.

Audiência inédita

Para a senadora Vanessa, “A BR 319, trará para o Amazonas e para o Brasil grandes benefícios econômicos, como o aumento da produtividade do Polo Industrial de Manaus (PIM); a facilitação do escoamento da produção das pessoas que moram ao longo da BR-319; e também facilitação da atuação dos órgãos de fiscalização para evitar a degradação do meio ambiente”.

Em 2015, a senadora Vanessa Grazziotin liderou uma Diligência da Comissão de Infraestrutura do Senado, que percorreu toda a rodovia e mobilizou Senadores, deputados, o vice-governador de Rondônia, prefeitos de municípios cortados pela rodovia, representantes do Dnit, Exército, lideranças empresariais e políticas do Amazonas e de Rondônia.

“Com a estrada recuperada, poderemos dar dignidade e assistir as famílias e comunidades esquecidas ao longo dessa rodovia. Não queremos embate com o Ibama. Queremos parceria para desenvolvermos a região de forma sustentável. Nós do Norte, precisamos dessa integração com as demais regiões do Brasil, também temos o direito de ir e vir”, disse a senadora durante a diligência.

Deixe um comentário