MP-AM investiga uso de R$ 174 milhões da saúde em Manacapuru

MP-AM investiga uso de R$ 174 milhões da saúde em Manacapuru

MP-AM investiga uso de R$ 174 milhões da saúde em Manacapuru

Anúncios

O MP-AM (Ministério Público do Amazonas) continua a investigar a aplicação das verbas federal e estadual destinadas à saúde em Manacapuru. O município fica a 84 quilômetros de Manaus e mantém a liderança, no interior, em casos de mortes por coronavírus (covid).

De acordo com os repasses feitos até agora, Manacapuru recebeu R$ 174 milhões. Foram R$ 127 milhões do FNS (Fundo Nacional de Saúde) e outros 26 milhões da cota do ICMS destinados à saúde no município. Além disso, o governo federal repassou R$ 21 milhões exclusivamente para combater a covid.

A pergunta que se faz na sede municipal é o que se fez com tanto dinheiro que não serviu para salvar vidas?

Na busca por essa resposta o MP-AM vem investigando e pedindo explicação sobre a aplicação dos recursos enviados pelo estado.

Manacapuru não sai da liderança do ranking de óbitos pela doença entre os 61 municípios. Só perde para a capital.

Até o domingo, dia 8 de novembro, segundo relatório da FVS AM, o município aparece na liderança com 164 óbitos. A média é de 17,4 por cada mil habitantes, contra 5,36 da média nacional.

O governo do estado montou, no período da pandemia, um hospital de campanha e enviou profissionais e remédios. Enquanto isso, o Governo Federal fez a sua parte destinando verbas.

Prefeito culpa população

Nesse meio tempo, o prefeito Natanael D’ângelo, o Beto Dangelo (Republicanos), só vem se esquivando e dividindo culpa com o povo e os vizinhos.

“Há uma resistência de algumas pessoas em fazerem isolamento social”, disse em vídeo gravado à população no sábado (7). Em seguida, apelou para que os moradores fiquem em casa.

Em outra ocasião, disse que “são aquelas pessoas que vão tirar seu benefício social. As pessoas infelizmente não tomaram ainda aquela consciência. Passei há pouco pela cidade, muita gente na rua ainda sem proteção ainda, umas muito próximas das outras”. Dessa forma, o tempo passou e o número de casos e óbitos só cresceu.

Denúncia ao MPF

Em outra ação, o diretório municipal do PSD denunciou o prefeito Beto D’Angelo ao Ministério Público Federal no Amazonas (MPF). A denúncia é pelo uso de R$ 20,5 milhões de recursos do Governo Federal para o combate à covid sem dar transparência dos gastos.

O PSD/Manacapuru encaminhou para a Procuradoria da República no Amazonas, em 27 de outubro, um levantamento detalhado.

Nesse levantamento de contratos o Ministério Público exija transparência na prestação de contas, uma vez que ainda não foi possível identificar onde e como foram gastos os recursos.

Deixe um comentário