Você está visualizando atualmente Mutirão de cidadania da prefeitura realiza mais de 26 mil atendimentos na zona Leste neste sábado

Mutirão de cidadania da prefeitura realiza mais de 26 mil atendimentos na zona Leste neste sábado

Mutirão de cidadania da prefeitura realiza mais de 26 mil atendimentos na zona Leste neste sábado

Dando continuidade aos trabalhos da gestão municipal na ampliação do atendimento socioassistencial na capital amazonense, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), realizou, neste sábado (5), a 5ª edição do mutirão “Manaus Mais Cidadã” deste ano, superando 26 mil atendimentos.

A ação, que contou com a oferta de mais de cem serviços públicos gratuitos à população, ocorreu na escola municipal Aristóteles Comte de Alencar, localizada no bairro Armando Mendes, zona Leste da cidade. A iniciativa reuniu todas as secretarias da prefeitura, parceiros do Estado e da sociedade civil. 

“É importante realizarmos essa iniciativa, já que muitas pessoas não conseguem ter acesso a esses serviços durante a semana, por diversos motivos. O mutirão tem as portas abertas para que qualquer pessoa possa usufruir desses serviços.  Isso é a prefeitura se aproximando das comunidades”, destacou a subsecretária de Políticas Afirmativas para Mulheres e de Direitos Humanos da Semasc, Graça Prola.

Durante o mutirão, foram oferecidos aos moradores da área e de bairros adjacentes uma grande variedade de serviços, entre eles: a emissão da nova Carteira de Identidade Nacional (CIN), orientações relacionadas ao Cadastro Único, emissão da 2ª via da Certidão de Nascimento, atendimentos diversos na área da saúde, serviços de embelezamento e massoterapia, vacinação de animais domésticos e agendamento de castração, inscrição de famílias na Tarifa Social de Energia Elétrica e Água, entre outros.

Essa edição do “Manaus Mais Cidadã” também contou presença de novos parceiros, como o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), e de serviços, como os de saúde e bem-estar voltados às pessoas da terceira idade, ofertados a partir do Ônibus do Idoso, equipamento gerenciado pela Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc).

O diretor do Departamento de Direitos Humanos e principal responsável por coordenar o evento, Lúcio Moisés Gusmão, destacou o diferencial desta edição e reforçou a importância do trabalho conjunto entre todos os membros atuantes no desenvolvimento de políticas públicas para a população da capital amazonense.

“Nesse mutirão, diferente dos anteriores, estamos dando ênfase ao Agosto Lilás, que trabalha a prevenção da violência contra a mulher. É importante estarmos com esses serviços em áreas que concentram um grande número de pessoas em estado de vulnerabilidade social, pois assim conseguimos atender as demandas dessa população, e isso só é possível através da união de forças da prefeitura com órgãos do Estado, Organizações Não Governamentais (ONGs), entre outros parceiros”, afirmou.

A iniciativa, que também contou com as apresentações do grupo Garis da Alegria e da banda marcial da escola municipal Aristóteles Comte de Alencar, reuniu mais de 7 mil pessoas, totalizando 26.636 atendimentos realizados.

População satisfeita

Acompanhada da família, a fisioterapeuta Anaila da Silva Feitosa, de 24 anos, usufruiu de diversos serviços e ficou satisfeita com a iniciativa do poder público municipal.

“Consegui vacinar o meu cachorro, meu pai resolveu uma pendência com o Detran, a minha irmã conseguiu uma consulta odontológica e também aproveitamos para pegar algumas mudas de plantas. É uma iniciativa muito bonita, porque muitas pessoas não conseguem ter acesso a esses serviços no dia a dia. É muito importante podermos contar com esse acolhimento”, comentou Anaila.

Assim como ela, a dona de casa Maria Luiza Mendes da Silva, 61, moradora do bairro Coroado, zona Leste da capital, também elogiou a ação. “Aproveitei para tirar a credencial de estacionamento. Foi muito rápido e o atendimento foi muito bom. Acho muito positivo essa iniciativa de trazer serviços aos bairros, porque facilita muito o deslocamento”, frisou.

Serviços diversos

Entre alguns dos serviços ofertados, o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) levou para a ação “Manaus mais Cidadã” equipes para esclarecer dúvidas relacionadas à emissão da gratuidade para estudantes, emissão da carteira de estacionamento e realização de atividades lúdicas sobre Educação para o Trânsito para crianças e adolescentes.

“Essa vivência é muito importante, pois, desde cedo, eles já têm contato com o trânsito. As pessoas aprendem brincando com as regras de trânsito. Enfatizamos a importância de fazer o sinal e esperar os veículos pararem antes de iniciar a travessia. Trata-se de uma ação bem simples, mas que consegue evitar acidentes”, destacou a chefe do setor de Educação do IMMU, Hanara Souza.

O titular da Secretaria Municipal de Administração (Semad), Ebenezer Bezerra, acompanhou, com entusiasmo, os atendimentos no local. “Essa iniciativa é motivo de muita alegria para todos nós, da gestão David Almeida. Ficamos felizes porque esse local, próximo à comunidade da Sharp, foi muito atingido pelas fortes chuvas neste ano e a população daqui sofreu muito. Então, a prefeitura veio até eles, no primeiro momento, para prestar o auxílio emergencial e, agora, retornamos para oferecer a essas pessoas todos os nossos serviços”, relatou.

Parceiros

A iniciativa “Manaus Mais Cidadã” é coordenada pela Semasc, em parceria com as secretarias municipais da Saúde (Semsa); do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi); de Segurança Pública e Defesa Social (Semseg); de Educação (Semed); do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas); de Limpeza Urbana (Semulsp); de Administração (Semad); de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc); e do Fundo Manaus Solidária (FMS), o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), Fundação Doutor Thomas (FDT), Conselho Tutelar, Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), Fundação Manaus Esporte (FME), Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman), Polícia Militar do Estado do Amazonas (PM-AM), Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Associação dos Registradores Civis das Pessoas Naturais do Amazonas (Arpen/AM), Amazonas Energia, Águas de Manaus, agências humanitárias da ONU (Acnur, Unicef, UNFPA e OIM) e Organizações da Sociedade Civil.

Deixe um comentário