Obras no entorno do Viver Melhor, geram empregos e renda para comunidade

Obras no entorno do Viver Melhor, geram empregos e renda para comunidade

Obras no entorno do Viver Melhor, geram empregos e renda para comunidade

As obras do Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) que está sendo construído no entorno do Conjunto Viver Melhor 1, bairro Lago Azul, na área que havia sido ocupada de forma irregular, conhecida como Monte Horebe, estão gerando 120 empregos diretos. Deste total, 50 são moradores da própria comunidade que tiveram a oportunidade de retornar ao mercado de trabalho.

Anúncios

“Nesse primeiro momento, (a obra) tem uma função muito importante porque já tem uma ocupação e uma destinação dessa área. Inclusive, a maioria dos trabalhadores que está aqui é morador da comunidade. Essa é uma escola com capacidade para atender aproximadamente 1.000 alunos, com uma estrutura das mais modernas. Isso aqui é uma construção para atender a comunidade e significa respeito e cidadania para as pessoas que moram aqui no entorno”, avaliou o governador Wilson Lima, durante visita às obras na manhã desta quarta-feira (15/07).

Oportunidade

O segurança Erivan Santos, que mora ao lado da obra e estava desempregado, ganhou a oportunidade de voltar ao mercado formal. “Passei três anos desempregado e o Governo do Estado me deu essa oportunidade de trabalho porque estavam dando preferência para quem mora aqui próximo. Agora, dá para sustentar minha família”, comemorou.

Ele destacou que toda a comunidade será beneficiada com a construção da escola. “Vai ser muito bom para os moradores, com essa obra aqui vai valorizar bastante os apartamentos. Os próprios filhos dos moradores vão poder vir para a escola, a minha neta, principalmente. Isso aqui vai ser fundamental para ela, para o ensino dela. Ao invés de ela estudar longe, vai estudar aqui bem do ladinho de casa”, pontuou o segurança.

Morador do Viver Melhor 1 há mais de oito anos, o ferreiro armador Carlos Alberto Melo também está empregado na obra do Ceti. “Uma obra dessa, para mim, foi uma benção de Deus. Eu sempre trabalhei nessa área da construção civil como ferreiro armador, a gente trabalhando sabe que vai levar alimento para casa, para a família. Agradeço a ação do Governo do Estado. Graças a Deus que eu como pai de família estou empregado. Para mim é alegria”, disse Carlos Alberto.

Sobre a obra

A construção do Ceti, com investimentos de R$ 17,9 milhões em recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), faz parte das metas do Programa de Aceleração do Desenvolvimento da Educação do Amazonas (Padeam). O terreno de 13.200 m² destinado à obra fez parte da reintegração de posse realizada pelo Governo do Amazonas no último mês de março. A unidade educacional deve ser inaugurada no início do ano letivo de 2021.

Deixe um comentário