ONG vai administrar R$ 2,8 milhões de emendas parlamentares para qualificar jovens

ONG vai administrar R$ 2,8 milhões de emendas parlamentares para qualificar jovens

ONG vai administrar R$ 2,8 milhões de emendas parlamentares para qualificar jovens

O Instituto Visão Amazônica vai receber R$ 2,83 milhões do Orçamento da Prefeitura de Manaus, por meio de emendas parlamentares, para ministrar cursos de capacitação na capital amazonense por seis meses. Os repasses foram oficializados em sete extratos de termos de fomento firmados entre a ONG e a Semtepi (Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação).

Anúncios

O dinheiro à ONG foi destinado pelos vereadores Everton Assis (PSL), Hiram Nicolau (PSD), Professora Jacqueline (Podemos), Elissandro Bessa (Solidariedade), Gilmar Nascimento (DEM), Sassá da Construção (PT) e Mirtes Sales (Republicanos) através emendas incluídas na LOA (Lei Orçamentária Anual) 2021, em dezembro do ano passado.

Os sete parlamentares apresentaram a mesma justificativa ao destinar “recursos para apoio às atividades desenvolvidas” pela ONG. “O instituto supracitado desenvolve ações visando a promoção de cursos de capacitação profissional para famílias de baixa renda para oportunizar emprego e renda”, alegaram.

Publicados no diário eletrônico do município na quarta-feira (23), os termos de fomento estabelecem que o dinheiro será aplicado na “capacitação profissional jovens acima de 18 anos em busca do primeiro emprego, trabalhadores ativos e inativos, autônomos e empreendedores” e na execução do projeto Manaus Visão Hack 2021, que busca capacitar alunos nas áreas de inovação e indústria 4.0.

Os sete termos de fomento prometem alcançar 4.375 pessoas com cursos de capacitação, sendo divididos da seguinte forma: 390 alunos (TF nº 001/2021); 100 alunos (TF nº 002/2021); 475 alunos (TF nº 003/2021); 100 alunos (TF nº 004/2021); 2.000 alunos (TF nº 005/2021); 780 (TF nº 006/2021); e 210 alunos (TF nº 008/2021).

De acordo com a ONG, cinco emendas no valor de R$ 1,760 milhão destinam-se a realização de cursos de qualificação e capacitação profissional e duas no valor de R$ 1 milhão bancarão evento na modalidade Hackathon (maratona de programação). O evento está previsto para ocorrer nos dias 29,30 e 31 de julho, no Casarão da Inovação Cassina.

Ainda de acordo com a instituição, para os cursos de qualificação e capacitação profissional serão ofertadas 4.375 vagas, das quais 2 mil serão na modalidade EAD (Ensino a Distância) e 2.375 para cursos presenciais, divididos em 29 cursos em diversas áreas, incluindo pedreiro, pintor predial, programador de web e fotografia.

Veja os cursos, carga horária, número de vagas e previsão de início das aulas clicando AQUI.

O cursos à distância são realizados através da plataforma Moodle. No caso dos cursos presenciais, a ONG informou que eles têm carga horaria que variam de 40 horas (10 dias) a 160 horas (40 dias) em total 87 turmas divididos em 3 turnos. A instituição também informou que tem 10 salas com capacidade para 30 alunos.

De acordo com a ONG, embora esse quantitativo seja suficiente para aplicar 30 turmas por mês (em seis meses 180 turmas), a execução ocorrerá somente em parte na instituição. Isso porque os cursos serão realizados de forma descentralizada, através de termo de parceria Cessão de Uso firmado com associações comunitárias, clube de mães, igrejas, clubes, sindicatos, além de espaços públicos como Centro de Convivência.

“Reforçamos que, a descentralização dos cursos, obedece a uma exigência nos editais para a aplicação dos conteúdos nos bairros e comunidades visando atender a população mais carente. Oportunizando, assim, cursos que estimulem a geração de emprego e renda”, afirmou a ONG.

Fonte: Amazonas Atual

Deixe um comentário