“Orçamento permite reajuste de 35% aos professores”, diz deputado

“Orçamento permite reajuste de 35% aos professores”, diz deputado

O deputado Luiz Castro (Rede) apresentou dados estatísticos levantados por sua equipe técnica, mostrando que pela receita corrente líquida prevista no Orçamento estadual é possível o governo pagar o reajuste de 35% reivindicado pelos profissionais da educação sem esbarrar na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O parlamentar acusa o governo de fugir do debate na Aleam, se referindo a ausência do secretário de Estado de Educação e Qualidade de Ensino (Seduc), Lourenço Braga, que mais uma vez não compareceu para discutir o assunto com os deputados e a categoria.

A nova proposta do Governo do Estado prevê 15,53% de aumento nos salários da categoria, manutenção do plano de saúde e aumento do vale alimentação em 95% foi melhor em relação a anterior, mas o deputado garante ser possível chegar ao limite desejado pela categoria de ganhos reais de 35%.

No entanto, Castro aponta que a partir do próximo sábado (7) será possível apenas a reposição das perdas dos últimos quatro anos.

“Se até essa data a categoria não chegar aos 35%, a partir do dia 8 pode continuar reivindicando os 28,4%, referentes às perdas do poder aquisitivo calculado pelo Dieese, corroídos pela inflação nos anos de 2015, 2016, 2017 até chegar nesse início de 2018”, mencionou, ressaltando que essa reivindicação não infringe a Lei Eleitoral.

 

Deixe um comentário