Você está visualizando atualmente PIM terá empresas voltadas para área de saúde, segurança e bionegócios

PIM terá empresas voltadas para área de saúde, segurança e bionegócios

PIM terá empresas voltadas para área de saúde, segurança e bionegócios

Nesta quinta-feira (7), por meio de videoconferência, o Ministério da Economia e a Suframa realizaram a 291ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Zona Franca de Manaus (CAS) que analisaram e aprovaram 28 projetos industriais, sendo 10 de implantação e 18 de atualização, diversificação e ampliação, que totalizam US$ 137 milhões em investimentos.

Dos projetos aprovados, a estimativa é que gerem 1.119 postos de trabalho e de US$ 1 bilhão em faturamento adicional no Polo Industrial de Manaus (PIM) nos três primeiros anos de funcionamento das linhas de produção.

Após a reunião do CAS, o Direto ao Ponto, perguntou ao superintendente coronel Alfredo Menezes, em coletiva de imprensa on line, sobre a produção de EPis e respiradores que algumas empresas estão produzindo e se esta produção conseguirá atender ao menos o mercado local durante a pandemia do Coronavírus.

Segundo Menezes, após esta pandemia, vamos ter empresas se instalando no Polo Industrial, voltadas exatamente para área de saúde, segurança e bionegócios.

“Citei estas três de maneira estratégica, porque nós já estamos recebendo algumas demandas neste sentido. Temo sim empresas que estão trabalhando e produzindo EPIs e respiradores, mas como também a participação de institutos no desenvolvimento de produtos dentro desta área médica e apoiando no enfrentamento da Covid-19”, salientou o coronel Alfredo Menezes, informando que este seguimento tem se alinhado às áreas de plásticos e obtendo apoio de entidades de classes como Senai e Senac.

O superintendente também acrescentou que neste momento, o PIM tem uma participação ativa e que mostra a sua importância estratégica para o Brasil, atraindo empresas de outros países.

“Já tive uma conversa inicial com o presidente Bolsonaro e dentro deste plano do caminho da prosperidade que está sendo desenhado para a retomada do nosso crescimento é absolver empresas que estão saindo lá do oriente aqui no nosso parque industrial de Manaus”, comentou Menezes ao afirmar que “é um polo de consumidor que está muito próximo de nós, como o mercado americano, canadense e mexicano, e que nos facilita muito com esta logística”.

A reunião, que foi presidida pelo Secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Da Costa, foi encerrada destacando todas as iniciativas do Governo Federal para manter a economia – apesar da pandemia da Covid-19 – e divulgando o endereço http://www.gov.br/vamosvencer como referência, para que o setor produtivo se mantenha informado sobre estas iniciativas.

Deixe um comentário