Plínio Valério afirma: ‘É exagero’ ao falar da quarentena de juízes e militares

Plínio Valério afirma: ‘É exagero’ ao falar da quarentena de juízes e militares

Plínio Valério afirma: ‘É exagero’ ao falar da quarentena de juízes e militares

Anúncios

O senador pelo Amazonas, Plínio Valério (PSDB) criticou veementemente o dispositivo do Projeto de Lei Complementar (PLP) 112/2021, que define em cinco anos a quarentena de juízes e militares. Para o parlamentar, é um completo “exagero” fazer uma quarentena “diferenciada” de cinco anos para juízes e militares participarem de cargos políticos.

“Eu sou contra essa quarentena exagerada de juízes e militares. Eu não vejo o porquê fazer uma quarentena diferenciada para esse pessoal. Você simplesmente tira esse pessoal da vida política”, afirmou Plínio.

O senador do Amazonas pelo PSDB ponderou ao Direto ao Ponto que não há magistrado ou militar que renuncie quatro ou cinco anos de seu cargo para passar por uma querentena para então se tornar candidato a um cargo político.

“Quem é que vai se aposentar, renunciar de seu cargo quatro anos antes? Acho isso uma política muito interesseira dos que estão fazendo isso para se autoproteger. Sou contra isso, e vou votar contra. Sou a favor de uma quarentena normal”, declarou o parlamentar.

Deixe um comentário