Plínio Valério participará de articulação para devolver o Coaf a Moro

Plínio Valério participará de articulação para devolver o Coaf a Moro

Plínio Valério participará de articulação para devolver o Coaf a Moro

Empenhado em participar da articulação para derrubar a mudança no plenário do Senado, o senador Plínio Valério (PSDB-AM) lamentou hoje a decisão da Comissão Mista Especial que analisa a Medida Provisória da reforma administrativa, de tirar do ministro da Justiça, Sérgio Moro, o comando do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). O órgão, que foi fundamental nas investigações de lavagem e desvio de dinheiro na Operação Lava-jato, de acordo com a votação ontem na comissão, retornará ao Ministério da Economia, do ministro Paulo Guedes.

Anúncios

A derrota de Moro na comissão especial foi articulada por deputados e senadores da oposição e do Centrão, que tem pressionado o presidente Jair Bolsonaro a dividir o Ministério do Desenvolvimento Regional para recriar o Ministério das Cidades e entregar para um representante do bloco. Procuradores da Lava-jato e o próprio Moro temem que a perda do Coaf seja mais um golpe nas investigações da Lava-jato.

_ Infelizmente não participo da comissão especial da MP da reforma administrativa. Mas quando a MP for votada no Senado, vou me juntar aos senadores que vão tentar derrubar a mudança aprovada. O Coaf fica melhor no Ministério da Justiça, com Moro. É um instrumento importante para combater a corrupção _ disse Plínio Valério.

A operação Lava-jato vem sendo sistematicamente esvaziada por decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) , que determinou o envio de inquéritos ligados ao mandato para a Justiça Eleitoral, e agora pelo Congresso, que além de tirar o Coaf de Moro, aprovou um “jabuti” colocado na MP, para limitar as ações da Receita Federal nas investigações.

Deixe um comentário